Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Slow Food preconiza uma nova gastronomia. Ao gastrônomo cabe o papel que Carlo Petrini denomina “coprodutor”: não apenas o alienado elemento final de uma longa cadeia, mas alguém conhecedor da agricultura e pecuária, das condições dos trabalhadores do campo e da procedência dos produtos. Isso basta? Não. Ao gastrônomo, é imprescindível ser pessoa ativa na mudança do planeta, rejeitar alimentos provenientes de exploração humana, de meios de transporte poluidores em excesso, de empresas que arruínam culturas locais ao se instalarem nas comunidades. Além disso, todas as pessoas devem estar dispostas a pagar mais por tais alimentos. Com esta obra a Senac São Paulo convoca o estudante de gastronomia, o chef renomado e o leitor em geral a ponderar seu papel na sociedade e o valor das escolhas (Fonte).

 

Título: Slow Food – Princípios da Nova Gastronomia

Autor: Carlo Petrini

Editora: SENAC São Paulo

Edição: 2009
 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Esquecer!? Ninguém esquece…
Suspende fragmentos na câmara escura, que se revelam à luz da lembrança...

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Jornalista e Poeta Eugénio Tavares

Comunidade

  • Reyan

    Só música de qualidade! Instrumentos de corda real...

  • Anónimo

    Oi sou cabo-verdiano, estou aqui de passagem, esto...

  • Regiane

    Exelentes musicas . Me faz recordar o tempo do meu...

Powered by