Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Morreu Manuel Brito, Glória do Andebol

Brito-Semedo, 29 Mai 11

 

Manuel Brito

 

(S. Vicente, 4.Dez.1948 – Lisboa, 28.Maio.2011

 

 

Ingressou no andebol júnior "leonino" em 1964. Como jogador defendeu as cores do Sporting durante 23 anos e representou o Clube TAP durante uma temporada.

 

Em 1965/66 sagrou-se Campeão Nacional de andebol júnior de sete e de onze. Na época de 1966/67 voltou a ganhar o campeonato de juniores de onze.

 

Na categoria principal sagrou-se Campeão Nacional de1968/69 a 1972/73, integrando a célebre equipa dos "pentacampeões".

 

Passados quatro anos voltou a ganhar o campeonato nacional de 1977/78 a 1980/81.

 

As Taças de Portugal ganhas por Joaquim Manuel Brito foram cinco, em 1971/72, 1972/73, 1974/75, 1980/81 e 1982/83.

 

Foi um dos melhores jogadores de sempre do andebol português, sendo internacional por 57 vezes, participando, entre outras competições, em dois Campeonatos do Mundo e nos já extintos Jogos Luso-Brasileiros, conquistados pelo Sporting, em representação de Portugal.

 

Como técnico esteve ligado durante anos aos escalões de formação de andebol do Sporting, num percurso cheio de brilharetes. Em 1994/95 subiu os juniores à I Divisão, e na temporada seguinte a equipa viria a sagrar-se Campeã Nacional.

 

Na época de 97/98 os juniores conseguiram apenas o segundo lugar no campeonato, mas conquistaram a Taça de Portugal, novamente com Manuel Brito como técnico.

 

O trabalho de base nos escalões de formação continuaria a ser visível com as vitórias nos Torneios Internacionais de Almada e do Benfica e a chamada de diversos jogadores "leoninos" para a selecção nacional de sub-20.

 

 

Assumiu por três vezes o comando da equipa principal de andebol do Sporting, tendo também passado pelo Boa Hora e Clube TAP.

 

Em 1988/89 orientou pela primeira vez a equipa «leonina» conquistando frente ao Benfica, no pavilhão de Loures, a Taça de Portugal.

 

Na época de 94/95 substituiu António Cunha e João Gabriel regressando depois à liderança do escalão júnior.

 

Mas em 1997/98 a direcção "leonina" viria a socorrer-se novamente da «prata da casa», chamando Manuel Brito para substituir Luís Hernâni e Carlos Silva. Um regresso em grande, já que o Sporting viria a encerrar a época com a conquista da Taça de Portugal.

 

Entre muitas outras conquistas, Manuel Brito foi ainda distinguido com vários galardões, entre eles, o Prémio Stromp, a Medalha de Mérito do Sporting, a menção de honra do Comité Olímpico de Portugal e o Prémio Rugidos de Leão. (Fonte)

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Esquecer!? Ninguém esquece…
Suspende fragmentos na câmara escura, que se revelam à luz da lembrança...

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Jornalista e Poeta Eugénio Tavares

Comunidade

  • Reyan

    Só música de qualidade! Instrumentos de corda real...

  • Anónimo

    Oi sou cabo-verdiano, estou aqui de passagem, esto...

  • Regiane

    Exelentes musicas . Me faz recordar o tempo do meu...

Powered by