Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

'Criolo Nôs Prato'

Brito-Semedo, 21 Jun 11

Colaboração de Carlos Pereira (Cajuca), EUA

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

7 comentários

De José Figueira,Júnior a 21.06.2011 às 13:40


Nôs linga ê prop nice escrite n'alfabete que nôs tude conchê dês de barriga de nôs mãe e seja em que variante for !!! Prindide na escola de nôs bons Mestre Claridoso moda Sérgio Frusoni e Eugénio Tavares, Pedro Cardoso, Gabriel Mariano, Vigilio Teixeira e más e más otes.
N' era mistide bem um extra-terrestre "du fonds des âges" pa bem
estragal c' sê " K " e establecê tude esse cacofonia na vida de nôs
"New Génération" que hoje  em dia já ca sabê nem manera quês devê
escrevê. Já ê tempe de pará quês massacre e dês responsável ca ter
vergonha de bem pedi tude pove de CAB VERD desculpa de sês mediocridade de pensamente.Parabens CAJUCA pa bô admirável peoma e ubrigada Manuel Brito Semedo de expol li na bô blog. Fraterno abraço Zizim Figuera 

De zito azevedo a 21.06.2011 às 16:47

Um braça di quebrá costela, para o "primo" Cajuca cuja veia poética desconhecia. Homem de muitas e variadas artes e em todas elas, perfeito, muito me honra poder bradar aos quatro ventos a admiração e o respeito que me merece...Câ ten criôl cuma di Dja Braba!

De Brito-Semedo a 22.06.2011 às 09:25

A questão da escrita da nossa língua materna e a forma como o processo foi tratado pelos decisores políticos - diga-se o Ministério da Cultura - culminando com a aprovação de um alfabeto caboverdiano, ex-ALUPEC, longe de ser pacífica, tem trazido uma série de equívocos e mal entendidos que, a nosso ver, poderiam ser dispensados. Sou, até prova do contrário, pela grafia usada pelos antigos como Eugénio Tavares, Pedro Cardoso, Sérgio Frusoni e outros, mas é preciso que isso seja discutido sem complexos e em bases científicas. Será que conseguiremos fazer isso nos próximos tempos, quando a questão ainda está tão acirrada? Viva nôs linga!

De João Sá a 22.06.2011 às 11:40

Boa tarde!
Este belíssimo post está em destaque "Na Rede" na homepage do SAPO Cabo Verde.

De kumunikason a 22.06.2011 às 16:22

Cajuca
e senpri bon kuandu nu ta ezalta noz lingua. maz nu ten ki ten un sertu kuidadu. fla ma nu ka kre-l ku gramatika, pa mi, e ka sertu. nu ka podi skrebi/fala  sima danu na testa.
kriolo ten un longu kaminhu pa frenti pe perkori. ma ta txigadu na meta.
un ben aja au Cajuca, un abraso au mestri Semedu.

De Valdemar Pereira a 23.06.2011 às 12:00

Regozijo-me ver aqui bem evidente as letras da nossa saborosa lingua crioula. Vejo a escrita e ouço a sua mùsica, embora a desconheça. Essa é a que cantada o génio Eugénio, o B.Leza e outra gente antiga que nos a deixou por herança. Essa é a que escreveu o "mnine de Ponta de Praia" que foi Sérgio Frusoni.
Que cada um faça o que bem quiser mas... basta de demolir os nossos tesouros.

De Brito-Semedo a 25.06.2011 às 19:45

A questão da escrita da nossa língua é importante e cara demais para ficar apenas com os políticos ou com os linguístas de uma única escola. De facto, isto merece ser discutida e analisada até à exaustão para evitar equívocos e mal entendidos. Sobre a grafia utilisada por Eugénio Tavares e Sérgio Frusoni, voltaremos a ela neste espaço. Um abraço e bom fim-de-semana!

Comentar post

Esquecer!? Ninguém esquece…
Suspende fragmentos na câmara escura, que se revelam à luz da lembrança...

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Jornalista e Poeta Eugénio Tavares

Comunidade

  • Reyan

    Só música de qualidade! Instrumentos de corda real...

  • Anónimo

    Oi sou cabo-verdiano, estou aqui de passagem, esto...

  • Regiane

    Exelentes musicas . Me faz recordar o tempo do meu...

Powered by