Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A publicação comemorativa do cinquentenário de Claridade, Revista de Arte e Letras (Praia, ICLD, 1986), traz, nas páginas 33-45, um artigo, sob o título supra, onde o Mestre, o Filólogo e Escritor Baltasar Lopes da Silva, aborda o problema do crioulo de Cabo Verde na perspectiva de ser língua literária. Pela actualidade e pertinência do artigo, o “Na Esquina” reproduz o seu resumo, com a devida vénia.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

1 comentário

De tchale a 18.07.2011 às 09:23

Ei a diferença entre um erudito e um linguista de meia tijela que tem a psicose do K... Claro como água de pote!

Comentar post

Esquecer!? Ninguém esquece…
Suspende fragmentos na câmara escura, que se revelam à luz da lembrança...

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Jornalista e Poeta Eugénio Tavares

Comunidade

  • Manuel Brito-Semedo

    Caro Zé Hopffer, Excelente! Terei isso em consider...

  • Anónimo

    Esqueci-me de me identificar no comentário anterio...

  • Anónimo

    Meu caro, seria interessante incluir o texto de Ar...

Powered by