Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Família Levy Bentubo Wahnon

Brito-Semedo, 10 Ago 12

 

Whanon.jpeg

 

Isaac Wahnon e Raquel Levy Bentubo Wahnon (de Gibraltar), Filhos e Netos, São Vicente, 1899.

 

 

Whanon.jpeg

Foto gentilmente cedida por Judith Wahnon, USA

 

 TCV - Documentário "Presença de Judeus em Cabo Verde"

 

TCV - A preservação da herança judaica em Cabo Verde

 

Uma nota sobre a geneologia dos Wahnon, de Luis Almeida Santos:

 

Judeus.jpeg

Em 2000 publiquei em CDRom uma genealogia grande dos Wahnon. Estou agora a corrigi-la e completá-la para a publicar em livro em Abril 2011.

 

Sou filho do Eduardo, filho do Fortunato, filho de Simita, nascida no Paúl em 1868, filha de Isaac Wahnon, nascido em 1843 em Gibraltar, e de Rachel Levy Bentubo.

 

Para aqueles que conheci em 2000 – estou de volta. Para os que ainda não conheço, não hesitem em contactar-me.

 

Luis Almeida Santos     www.wahnon.net

 

NB - Depois do documentário acabado de exibir na Praia, faz todo o sentido a Esquina do Tempo reeditar este seu post de 20.Julho.2011.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

3 comentários

De Judith Wahnon a 22.07.2011 às 22:19

Manuel Semedo
Obrigada pelo destaque que deu aqui a meu antepassados. Meu bisavo Isaac foi o primeiro Wahnon a  ir para Cabo Verde, de Gibraltar.  Esta fotografia foi tirada em Sao Vicente em Janeiro de 1899, mostra  meus bisavos, Isaac Wahnon e  Rachel Levy Bentubo, e a sua descendencia naquela epoca. Esse grupo cresceu, e se multiplicou grandemente. Hoje espalhados pelo mundo, ainda temos nossas raizes em Cabo Verde .A nossa ascendencia Judaica  de uma familia que prosperou, e contribiu para o desenvolvimento de Cabo Verde em varios sectores , e nosso orgulho. Meus bisavos foram para Cabo Verde onde tiveram os filhos,  mas deixaram suas familias  em GiIbraltar, e  Marrocos . E  interessante mencionar aqui que todo o Wahnon, seja de que nacionalidade for, sabe que somos da mesma familia, saidos de Tetuan Marrocos, para Gibraltar , depois espalhando se pelo mundo.  Milhares de Judeus  trocaram de nomes, e se converteram  ao catolicismo devido a persiguiçao dos Reis de Espanha, e mais tarde de Portugal. Os Wahnon  preservaram o seu nome. Hoje, apesar do orgulho dessa ascendencia , poucos dos descendentes dos Wahnon de CaboVerde practicam a religiao Judaica. 

De Brito-Semedo a 22.07.2011 às 22:36

Eu e os leitores do "Na Esquina" é que agradecemos a sua generosidade em partilhar a história ancestral dos Wahnon , que a minha geração (dos anos 50) ainda conheceu bem estabelecida comercialmente em S. Vicente. A vossa história entrecruza-se com a história do desenvolvimento da nossa ilha. Um grande abraço da terra que acolheu os seus bisavós Isaac Wahnon e  Rachel Levy Bentubo e vos viu nascer. Shalon!

De josé J. Cabral a 24.04.2013 às 10:52

Em São Nicolau, há campas de família Salomão Pimenta. Tivemos por cá muitos Azancoth.

Tenho as fotos das campas

Comentar post

Esquecer!? Ninguém esquece…
Suspende fragmentos na câmara escura, que se revelam à luz da lembrança...

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Jornalista e Poeta Eugénio Tavares

Comunidade

  • Reyan

    Só música de qualidade! Instrumentos de corda real...

  • Anónimo

    Oi sou cabo-verdiano, estou aqui de passagem, esto...

  • Regiane

    Exelentes musicas . Me faz recordar o tempo do meu...

Powered by