Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Selecções do Liceu Gil Eanes

Brito-Semedo, 2 Set 11

 Foto gentilmente cedida por Nuno Carvalho, Mindelo, 1958/59

 

Legenda (Da esquerda para a direita) – De pé: João Baptista Oliveira (Micá), Hugo? (Castilho), António Semedo (Castilho), Francisco Sant'Aubin (Micá), Manecas Matos (Amarante), Manuel Dias (Castilho), Leça (Castilho/Micá) e ...; Agachados: Vicente Ferrer (Castilho), Silvino da Luz (Micá), Dadim Carvalhal (Micá), Timóteo Pinto e Neto (Amarante), ..., José Lopes da Silva (Micá) e Ulisses Pinto (Micá).

 

Selecção do Liceu Gil Eanes de 1958/59 que venceu o Mindelense (campeão de São Vicente) por 3-1. Esses atletas jogavam em vários clubes federados de São Vicente.

 

Foto gentilmente cedida por Valério Freitas (Tchim), Mindelo, 1962

 

Legenda (Da esquerda para a direita) – De pé: João Medina (Djon d' Jiny), Adrião Monteiro (Yuk), (...), Carlos Magalhães (Carlos d' Néza), Jovino Estrela e Valério Freitas (Tchim); Agachados: Francisco Silva (Chico de Nhô Quim), Emídio Fontes, Carlos Morais (Carlos Djidjéca), Carlos Graça e Fernando Alhinho.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

1 comentário

De Djack a 03.09.2011 às 20:58

Vários nomes sonantes, nestas duas fotos. Poderia dizer algo de dois ou três, mas viro a memória para o Fernando Alhinho, garboso comandante de falange ou de bandeira, já não recordo bem. Nos 10 de Junho, pelas ruas do Mindelo, desfilei pelo menos duas vezes sob o seu comando (e na guarda de honra da inauguração do busto de Adriano Duarte Silva).

A coisa começava na pracinha do Liceu (ainda com árvores e não careca como hoje), continuava pela Rua de Lisboa e pela do Telégrafo e acabava na Praça Nova onde era o destroçar. Éramos nós, um destacamento do navio que estivesse no Porto Grande e outro do Exército. Aquilo tinha pinta, o povo gostava e aparecia em massa ao longo do percurso. À frente do pessoal da MP, o Fernando impunha respeito. Alto, dando as ordens, impondo-se.

Braça,
Djack

Comentar post

Esquecer!? Ninguém esquece…
Suspende fragmentos na câmara escura, que se revelam à luz da lembrança...

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Jornalista e Poeta Eugénio Tavares

Comunidade

  • Reyan

    Só música de qualidade! Instrumentos de corda real...

  • Anónimo

    Oi sou cabo-verdiano, estou aqui de passagem, esto...

  • Regiane

    Exelentes musicas . Me faz recordar o tempo do meu...

Powered by