Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Glosário di Criolo Antigo di Djabraba

Brito-Semedo, 27 Dez 11

Recebi do Amigo Carlos Spínola, Pawtucket - Rhode Island, USA, esta lista com palavras do crioulo antigo di Djabraba, eventualmente do tempo de Eugénio Tavares (foto), com o pedido de divulgação e indicação de que está "em construção colectiva", faltando, contudo, a respectiva tradução em português.

 

Albissa (pidi)

Albre

Amprastã

Aqui-di-ré (socorro)

Ardigâ

Ardigado(a)

Assete! (Isso mesmo!)

Baluscrina

Bandadjo

Barquino

Basuntã

Batanca

Belgata

Bembe

Benteâ

Bentritcha

Berbuncaro catum zes

Bico (umbigo)

Bilam

Bimbilim (planta local)

Bindja (jogo de pião)

Bismã

Bismado

Bitoco (jovem paisano)

Boca doce (bom paleio, bajulador)

Botana (tampão para barquino)

Botica

Bulaxo

Burdjufo

Cabeça lebe (pouco juízo)

Caculado (cheio, abarrotado)

Caiado (careca)

Camate 

Cambriola

Canhoto (cachimbo)

Carensatche

Carepa

Carne di norte

Cincho (usado no fabrico de queijo)

Chaputí

Cisma (Obsessão)

Cismâ

Colerta

Columbado

Compriser-di-fala

Conhosco

Contra-naçam (estrangeiro - nos EUA)

Corasam scapâ

Corda d’alma

Cotchã

Cotchã corda

Cotcho

Cramâ

Credo, benburcaro

Cudi

Cuza rum

Dá obra

Dafo (gufongo rústico)

Dedinho mindinho

Diputado (expressamente)

Djabraba

Djagacida

Djabum

Djongoto

Djogre (milho entre verde e seco)

Djonreca

Djoncré (larva de mosquito)

Djunça

Dor d’odjo (conjuntivite)

Doré

Dzumfadâ ou Zumfadâ

Enchorã

Falepé ou Garrocha

Fanado

Fano

Fastentura

Falili

Farbaletâ

Farelapo

Fatchã

Fatcho

Fijon figuera

Fiti-fiti

Flashilaite

Fumo-ta-Capelâ

Gadanha

Gadanhâ

Gajâ

Garnel

Garrocha

Garrochâ

Gasganete ou Gasgunete

Gudu (cimo)

Gufongo

Lambujâ

Lambujado

Lambujador (Bajulador)

Laite (lanterna eléctrica)

Lelecâ (endoidecer)

Lembesco

Leréss (cabeça leve)

Lóca (cadeado)

Locâ

Lopado

Lorongo

Lupeta ou lupeta

Mangâ

Mátche (fósforo)

Manoco

Mantchupa

Mexida

Miziado

Mobê

Mobedo

Modjo (montura de burro)

Morsegâ (esganiçar)

Moriscâ (tecto)

Mustura (acompanhamento alimentar)

Nbrudjado

Ndjutú

Nganha

Ngodâ

Nguenhado

Nhambabo (português - EUA)

Nhana currui (cutumbembé)

Nhuquí

Nicâ

Nlebâ

Nlebeâ

Nodjado

Ntochado

Panhâ frio (tuberculoso)

Passa-catau

Petâ

Postemâ

Profundâ (na studo)

Propi si!

Prutchí

Pundé

Quarta corredo pou (todos)

Quitse

Rafodjada

Ramoqui

Rascunho

Rastijâ

Raquintada (velha a querer ser nova)

Razola (vara de razolar)

Razolado

Razumbado

Ratutida

Rezo di canhoto

Roscom

Sangue alto (tensão alta)

Sangue doce (diabete)

Satadjo (pedaço grande)

Sbandadjâ

Scanecâ

Scobero (Lembesco)

Scôrcea (sair de fininho)

Scudrinhâ

Serom

Sfalsado ou desfalsado

Smadjigâ

Snorteâ

Sondeco

Spricê

Squerdero

Stafado

Stazado

Stroncado

Subida (di jagacida)

Sucre-na-sangue (diabete)

Sungal

Tagâ

Tafo (difícil orig. inglês)

Tanangâ

Tanangado

Tanaco

Tanso

Tchacota

Tchacotâ

Tchafâ

Tchasco

Tchilembesca

Tchola ?

Tchutchi

Tchuci

Tontasco (nêscio)

Tontasquiâ (zonzo)

Totoco

Tortodjo (arbusto local)

Trincho (Pedacinho)

Trupida

Tubinho

Tusquiâ

Xerem di Festa

Urdidja

Urdinhâ

Zuada

Zumfadâ ou Dzumfadâ

Zurado (avarento)

Zurentado ou Dzurentado

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

9 comentários

De João Sá a 28.12.2011 às 06:55

Bom dia estimado "Esquinense" :)
Informo que o Blog está em destaque na homepage dos Blogs do SAPO Cabo Verde e este post está em destaque na Rede na homepage do SAPO Cabo Verde.

De Amendes a 28.12.2011 às 10:04


Os bravenses que me perdoem... mas a melhor definição crioula para" diarreia" vem da Brava:

"- Desaforo na cagatêra"
exemplo:
Mamã... un tâ vá t'chada kum  s'tá que desaforo na cagatêra!

(escrita livre)

saudações aos bravenses

De Djack a 28.12.2011 às 10:32

Como contributo, apenas posso lembrar que um grande amigo meu (somos unha com carne) já usou o vocábulo "belgata" num romance que escreveu sobre a Capitania de S. Vicente (e seus arredores...). Aqui vai o excerto em que isso acontece.

E aí começavam intermináveis discussões com Zezé Tadeu, que nunca lhe queria ficar atrás, famoso por ter colhido do mar quatro tartarugas numa manhã e se gabava de ter arpoado um tubarão para os lados da Matiota, depois convenientemente comido pelos companheiros de cardume. Tudo acabava em bem, ali mesmo ao lado, no botequim de Joana de Jesus – de quem Zezé tirava proveito, dizia-se – à custa de um ponchinho ou de um grogue de belgata, que Joana assegurava tirar a ressaca aos bêbados.

Convém informar que o meu amigo não sabia que belgata era vocábulo bravense (embora soubesse que era coisa bem cabo-verdiana). Hei-de contar-lhe...

Braça
Djack

De valdemar pereira a 28.12.2011 às 14:29


Vi, com imenso agradado, vários vocábulos também usados no crioulo do meu tempo de adolescente em S.Vicente . P.e . : prutchi "; para ameaçar dizia-se "bô ta levà um prutchida".
Mas mais usado em minha casa era a célebre belgata para dores de barriga ou indigestões. Até se dizia que "chà de belgata da tà fraqueza"
Também para o puntchim de que fala o amigo Djack, claro.

De Quim di Margaída a 28.12.2011 às 16:05


Belgata não é um vocábulo exclusivo da Brava. É crioulo, sim, muito usado na Brava na medida em que desta planta se faz um delicioso e precioso chá. Mas quem poderá dizer que é bravense? É proveniente de uma planta da Africa Ocidental e designado Andropogonnardus, Lin. por Lineu.
É por isso que teremos que ter muito cuidado. Não é preciso pressas.
Um bravense

Quim di Margaída

De Et a 28.12.2011 às 17:16


Obrigado Doutor Brito Semedo.

Esses verbetes são da nosso Crioulo...

De Anónimo a 28.12.2011 às 17:30

É verdade sinsenhôr...

Naquela dôr de barriga de véspera de exame... o nosso professor de botanica, recomendava-nos:

Um bom chá (infuzom) de andropogonardus... adoçado com pirinha!

De Carlos Spinola a 28.12.2011 às 18:44


Queremos agradecer ao Dr. Brito Semedo pela divulgacao , ao mesmo tempo que esperamos que todos possam contribuir com mais palavras tipicos da Brava.
Este sera um longo caminho, mas valera a pena.
Aproveito para desejar a todos os visitantes deste blog BOAS FESTAS e boas entradas em 2012.
Carlos Spinola
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

<BR>Queremos agradecer ao Dr. Brito Semedo pela divulgacao , ao mesmo tempo que esperamos que todos possam contribuir com mais palavras tipicos da Brava. <BR>Este sera um longo caminho, mas valera a pena. <BR>Aproveito para desejar a todos os visitantes deste blog BOAS FESTAS e boas entradas em 2012. <BR>Carlos Spinola <BR class=incorrect name="incorrect" <a>Pawtucket</A> , RI, USA <BR>PS Podem enviar as vossas contribuicoes sobre o criolo di Djabraba , outras palavras, para cspinola64@live.com </A>

De Carlos Spinola a 17.03.2017 às 23:56

Dr. Brito Semedo 
Favor enviar me a lista de livros a venda no nosso pais sobre ou e de Eugenio Tavares e outros da ilha Brava.
Obrigado. Bem haja!
Carlos Spinola 

Comentar post

Esquecer!? Ninguém esquece…
Suspende fragmentos na câmara escura, que se revelam à luz da lembrança...

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Jornalista e Poeta Eugénio Tavares

Comunidade

Powered by