Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

'Os Flagelados do Vento Leste'

Brito-Semedo, 20 Dez 10

 

Filme.jpeg

A pobreza exaustiva da Ilha de Santo Antão em Cabo Verde, escrita por um caboverdiano. Manuel Lopes detalha inexoravelmente os caprichos hostis do clima e do solo e os sofrimentos, incertezas, infrutíferas migrações em busca de água, e morte dos habitantes de Santo Antão. Tal como as personagens, o leitor se torna obsecado com as incansáveis mudanças do clima e da paisagem, símbolos de esperança, ou mais certamente de um incessante desespero. Há um escassa caracterização de José da Cruz, protagonista, e das pessoas que o circundam. É como se as interações pessoais fossem um luxo em meio de tão dominante miséria. (Aqui)

 

FICHA TÉCNICA:

Duração: 100 m

Realização: António Faria

Autoria: Manuel Lopes

Origem: Portugal – 1987

Com: Adriano Gonçalves Bana, Albertino dos Reis, Arciolinda Almeida, Arlindo Évora Lima, Carlos Alhinho, Carlos Cruz Reis, Conceição Lopes, Daniel Sone Medina, David Leite, Eliana Lima, Elizabeth Matos 

____________

 

Flagelados.jpeg

“Agosto chegou ao fim. Setembro entrou feio, seco de águas; o sol peneirando chispas num céu cor de cinza; a luminosidade tão intensa que trespassava as montanhas, descoloria-as, fundia-as na atmosfera espessa e vibrante. Os homens espiavam, de cabeça erguida, interrogavam-se em silêncio. Com ansiedade jogavam os seus pensamentos, como pedras das fundas, para o alto. Nem um fiapo de nuvem pairava nos espaços. Não se enxergava um único sinal, desses indícios que os velhos sabem ver apontando o dedo indicador, o braço estendido para o céu, e se revelam aos homens como palavras escritas.”


A história:

Uma ilha inóspita em que a seca atravessa a paisagem, as vidas e as entranhas daqueles que vivem da terra e que olham para o céu que todos os dias é de uma angústia azul. Vidas esmagadas pelas forças da Natureza, homens que procuram a chuva em fiapos de nuvens esquecidas pelo vento.

 

in Livroditera

 

Autor: Manuel Lopes

Editor: Vega Editora
Edição: 1991

Colecção: Palavra Africana

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Esquecer!? Ninguém esquece…
Suspende fragmentos na câmara escura, que se revelam à luz da lembrança...

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Jornalista e Poeta Eugénio Tavares

Comunidade

subscrever feeds

Powered by