Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

'Ilhéu de Contenda'

Brito-Semedo, 27 Dez 10

 

Tendo como o fundo a beleza natural de Cabo Verde, este filme explora a evolução da estrutura colonial de classes. Devido às mudanças na cidade, a aristocracia descobre que terá que ceder poder para uma nova classe emergente. Neste processo, eles estão dando forma à uma nova identidade nacional híbrida que fará uma síntese do tradicional com o novo, como também entre elementos da cultura africana e portuguesa.

 

Classificação:M12

País: Cabo Verde

Ano: 1996

Género: Drama

Duração: 110m 

Realização:

Leão Lopes

Interpretação: Camacho Costa, Fernanda Alves, João Lourenço

 

 

 

Quanto às terras da banda de cá, Ilhéu de Contenda valia sobretudo pela casa, um sobrado tradicional. Sobrado que sobrou dos sobrados, orgulho-ilusão duma classe que o tempo destroçou. A história de gente para quem a vida era uma incerteza permanente: ora a falta de chuva, ora o bicho preto, o gafanhoto, o vento leste, ou outra coisa qualquer que surgia, destruindo as esperanças de uma nó. Gente que não ia ficar amarrada toda a vida àquele meio sem horizontes. Um grande e belo romance sobre Cabo-Verde, do mesmo autor de Contra Mar e Vento.

 

Autor: H. Teixeira de Sousa
Título: Ilhéu de Contenda

Editor: Europa-América
Ano de edição: 1983

in Livroditera

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Esquecer!? Ninguém esquece…
Suspende fragmentos na câmara escura, que se revelam à luz da lembrança...

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Jornalista e Poeta Eugénio Tavares

Comunidade

subscrever feeds

Powered by