Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Marie Curie, 1.ª Mulher Prémio Nobel

Brito-Semedo, 18 Mar 11

 

2011. Ano Internacional da Química

 

Neste ano, também se celebra o Centenário da atribuição do 2.º Prémio Nobel a Marie Curie.

 

Curie.jpeg

 

Marie Curie (1867 - 1934)

 

 

Marie Curie recebeu o Prémio Nobel da Física, em 1903. Foi a primeira mulher a receber tal prémio.

 

Oito anos depois, em 1911, recebeu o Prémio Nobel da Química «em reconhecimento pelos seus serviços para o avanço da química, pela descoberta dos elementos rádio e polónio, o isolamento do rádio e o estudo da natureza dos compostos deste elemento». Com uma atitude desinteressada, não patenteou o processo de isolamento do rádio, permitindo a investigação das propriedades deste elemento por toda a comunidade científica.

 

O prémio Nobel da Química foi-lhe atribuído no mesmo ano em que a Academia de Ciências de Paris a rejeitou para sócia, após uma votação ganha por Edouard Branly, tendo perdido a admissão apenas por um voto.

 

Foi a primeira pessoa a receber dois Prémios Nobel em campos diferentes. A única outra pessoa, até hoje, foi Linus Pauling.

 

Marie Curie nasceu na actual capital da Polónia, em Varsóvia, a 7 de Novembro de 1867, altura em que a mesma fazia parte do Império Russo. Com o auxílio financeiro de sua irmã mudou-se já na juventude para Paris.

 

Licenciou-se em primeiro lugar em Ciências Matemáticas e Física, na Sorbonne. Foi a primeira mulher a lecionar neste prestigiado estabelecimento de ensino.

 

Casou-se em 1895 com Pierre Curie, professor de Física, tendo então adoptado o nome de Marie Curie. Em 1896, Henri Becquerel incentivou-a a estudar as radiações, por ele descobertas, emitidas pelos sais de urânio. Juntamente com o seu marido, Marie começou, então, a estudar os materiais que produziam esta radiação, procurando novos elementos que, segundo a hipótese que os dois defendiam, deveriam existir em determinados minérios como a pechblenda (que tinha a curiosa característica de emitir mais radiação que o urânio que dela era extraído). Efetivamente, em 1898 deduziram essa explicação: haveria, com certeza, na pechblenda, algum componente que libertava mais energia que o urânio; em 26 de Dezembro desse ano, Marie Curie anunciava a descoberta dessa nova substância à Academia de Ciências de Paris (Fonte).

 

A cientista franco-polonesa Marie Curie (1867-1934) tornou-se mundialmente famosa por ter aprofundado, ao lado do marido Pierre, as descobertas sobre a radioatividade. Sua antevisão lhe valeu dois Prêmios Nobel, em 1903 e 1911, e abriu as portas para a era atômica e para avanços cruciais no tratamento de muitas doenças. Mas tamanha celebração esconde uma história de penúria e obstinação: a vida de uma imigrante pobre que chegou a Paris determinada a continuar os estudos e teve de realizar boa parte de suas pesquisas em laboratórios improvisados.

 
Além de acompanhar o dia-a-dia dessas descobertas, Gênio obsessivo desvenda uma mulher obstinada, que enfrentou forte preconceito para se tornar bem-sucedida e independente num mundo dominado por homens. Com base em documentos de difícil acesso, como o diário e a correspondência de Marie, muitos deles lacrados em caixas de chumbo por causa da radioatividade, e em entrevistas com pessoas ligadas à família, Goldsmith narra a história de uma mulher fascinante - e de um casal inteiramente dedicado à ciência e a si mesmo (Fonte).

 

Título: Gênio Obsessivo: O Mundo Interior de Marie Curie

Autor: Barbara Goldsmith

Editora: Companhia das Letras

Edição: 2006

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

O museu de cera Madame Tussaud

Brito-Semedo, 17 Mar 11

publicado: sexta 18 fevereiro 2011 por Paulo Almeida Prado

 

Uma das maiores franquias de museus em todo o mundo, os espaços de Madame Tussaud são conhecidos pelas impecáveis réplicas em cera de celebridades, esportistas, políticos e artistas que ostentam suas galerias. E agora, essa fama pode se expandir a outro setor: os cinemas!

 

Nascida na França, Marie Tussaud ganhou fama como artista na Paris dos séculos 18 e 19, quando era uma figura célebre, tendo relações de amizade com figuras como Napoleão Bonaparte. Marie esteve envolta em aconte-cimentos da Revolução Francesa, escapando por muito pouco de ser guilhotinada, e começou seu legado de bonecos de cera com a fundação de seu primeiro museu, em Londres, no ano de 1835. E de lá pra cá, o museu se tornou uma famosa marca, com unidades em diversos continentes. Ao lado, você confere uma réplica de cera da própria criadora da empresa.

 

O filme será uma biografia de Marie Tussaud e tem nome provisório de “Madame T”. Ainda não há elenco cogitado e nem data de lançamento prevista.

 

Museu Madame Tussauds é um famoso museu de figuras de cera. Possui a maior coleção de figuras de celebridades. A sede principal do museu está em Londres, mas também existem 8 filiais em, em Nova York, Washington, D.C., Las Vegas, Hollywood, Berlim, Amsterdam, Hong Kong e Shanghai.

  

Madame Tussaud (1761-1850), nascida Marie Grosholtz em Estrasburgo, França, trabalhou como governanta para o Doutor Philippe Curtius, um médico com talento em modelação da cera, que ensinou essa arte a Tussaud. Começou sua carreira modelando em cera, máscaras de vítimas da Revolução Francesa. Ela se mudou para a Inglaterra em 1835, fez uma mostra de seu trabalho na Baker Street perto do endereço do atual museu. Suas técnicas convencionais ainda são usadas para criar figuras da realeza, políticos, atores e astros da música pop e heróis do esporte.

 

Há citações do museu em livros de Júlio Verne como o "Volta ao mundo em 80 dias".

in Wikipédia

 

Nota: Este post é o número 301!

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Esquecer!? Ninguém esquece…
Suspende fragmentos na câmara escura, que se revelam à luz da lembrança...

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Jornalista e Poeta Eugénio Tavares

Comunidade

  • Reyan

    Só música de qualidade! Instrumentos de corda real...

  • Anónimo

    Oi sou cabo-verdiano, estou aqui de passagem, esto...

  • Regiane

    Exelentes musicas . Me faz recordar o tempo do meu...

subscrever feeds

Powered by