Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

'Poesia'

Brito-Semedo, 21 Mar 11

Em Saudação ao Dia Mundial da Poesia

 

título original: (Shi)      Trailer do Filme

lançamento: 2010 (Coréia do Sul)

direção: Lee Chang-dong

atores: Yun Jeong-hie, Ahn Nae-sang, Lee Da-wit, Hira Kim.

duração: 139 min

gênero: Drama

 

Mija tem mais de 60 anos e vive com o neto adolescente numa pequena cidade do interior. Ela trabalha acompanhando um senhor deficiente e gosta de se vestir com roupas elegantes e coloridos chapéus. Sua atração por coisas simples e belas a leva a se inscrever em um curso de poesia, onde se torna uma estudante aplicada. Sua sensibilidade parece estar afiada como nunca e sua visão do mundo não poderia ser mais positiva. Mas quando o neto se envolve no suicídio de uma colega, a leveza com que Mija encara a vida entra seriamente em crise.  Fonte

 

  

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Em Saudação ao Dia Mundial da Poesia

 

 

A exposição de textos, fotografias e outros objectos com que aqui se evoca a vida e a obra de Sophia de Mello Breyner Andresen (1919-2004) surgiu como um prolongamento natural da doação do espólio, pela sua família, à Biblioteca Nacional de Portugal, primeiro passo para a abertura do acesso de um público amplo a uma parte importante, de quase todos desconhecida, dessa vida e obra. A colecção mais volumosa do espólio é constituída por manuscritos de textos publicados e inéditos, de poesia e de prosa, inacabados ou em mais de uma versão, e por reflexões sobre poética ou sobre a experiência de escrever. Vale ainda a pena notar a relativa escassez de poemas inéditos, dos quais muitos não são mais do que esboços, inícios de qualquer coisa que não surgiu, ou até simples apontamentos de ideias. Sophia guardou muitas versões de trabalho, mas, para ela, o destino natural do poema acabado era a publicação. Se a poesia foi a sua maneira de viver, não a tratava como coisa sua. Escrevia para si e para o mundo.

 

Sophia de Mello Breyner Andresen nasceu no Porto, a 6 de Novembro de 1919, e morreu em Lisboa no dia 2 de Julho de 2004. Frequentou o curso de Filologia Clássica da Universidade de Lisboa entre 1940 e 1942. Casou em 1946 com Francisco de Sousa Tavares, razão pela qual, a partir desse ano, passou a viver em Lisboa. Desse casamento teve cinco filhos.


Participou activamente na oposição ao Estado Novo e depois do 25 de Abril de 1974 foi eleita deputada à Assembleia Constituinte, integrada nas listas do Partido Socialista.


Começou a publicar poemas em 1940 no Cadernos de Poesia, tendo, entre 1944 e 1997, publicado catorze livros de poesia. Também escreveu contos, peças de teatro, artigos de opinião e curtos ensaios. É, no entanto, de destacar a sua notável obra de literatura infantil da qual constam sete títulos.

 

Sophia de Mello Breyner Andresen

Uma vida de poeta (Fotobiografia)

de Teresa Amado, Paula Morão

Edição/reimpressão: 2011

Páginas: 220

Editor: Editorial Caminho

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Esquecer!? Ninguém esquece…
Suspende fragmentos na câmara escura, que se revelam à luz da lembrança...

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Jornalista e Poeta Eugénio Tavares

Comunidade

  • Joaquim ALMEIDA

    Inteiramente de acordo com a Gilda !.A mais bela c...

  • Anónimo

    Monte cara também,seria um bom nome para a nossa c...

  • eduardo monteiro

    Mindelo a minha eterna enamorada, a vida verdadeir...

subscrever feeds

Powered by