Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

"Mam Bia tita contá estória na criol"

Brito-Semedo, 11 Set 11

 

Estória.jpeg

Recordando a minha infância e as histórias tradicionais que as criadas dos meus avós me contavam, passei mais tarde a contá-las aos meus filhos. Um deles já pai, também me dizia, ‘Mamã, conta à minha filha aquelas histórias que nos deleitavam quando éramos pequenos.

 

Daí que comecei a relembrar muitas dessas histórias e, a pouco e pouco, fui passando-as para o papel. Pena é que algumas têm música ou cânticos mas não me é possível transcrever a música. Algumas são em crioulo de Santiago e outras em crioulo de Barlavento. Engraçada é a crença das contadeiras de histórias de então. A nossa cozinheira, Nha Piti era o nome dela, dizia que não se contavam histórias antes do pôr-do-sol. Porque se ficavam com os olhos pelados”.

 

Em criança, acreditava e era com uma impaciência que eu ficava observando o pôr-do-sol atrás do vulcão do Fogo que eu via à distância onde morava com o meu pai, em Galo-Canta. Penso que esse nome talvez venha dos galos que sempre cantavam aí de madrugada. Algumas histórias no final do livro são da minha autoria, tais como ‘Os Ovinhos de Páscoa’, ‘O Cãozinho que Viajou para o Mundo dos Passarinhos’, ‘Vida de Gatos’ e ‘A Tartaruguinha Verde’. Na minha memória ficaram ainda gravadas cantigas de algumas dessas histórias.

 

A minha avó materna e as minhas tias também me contavam histórias, e como eu adorava.

 

Espero que os meus pequenos leitores também venham a gostar dessas histórias oriundas dos povos destas ilhas, os tradicionais ti Lobo e Chibinho, os Príncipes e Princesas, o Senhor Rei, as velhas feiticeiras, a Ti Ganga, etc.

 

Ivone Aida, “Prólogo”

 

Título: Mam Bia tita contá estória na criol

Autor: Ivone Aida

Edição: Edição da Autora

Ano de Edição: S. Vicente, 2009


Bonecas.jpeg

Bonecas de pano, confecionadas pela escritora e artista Ivone Aida Fernandes Ramos

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Esquecer!? Ninguém esquece…
Suspende fragmentos na câmara escura, que se revelam à luz da lembrança...

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Jornalista e Poeta Eugénio Tavares

Comunidade

  • Manuel Brito-Semedo

    Caro Zé Hopffer, Excelente! Terei isso em consider...

  • Anónimo

    Esqueci-me de me identificar no comentário anterio...

  • Anónimo

    Meu caro, seria interessante incluir o texto de Ar...

subscrever feeds

Powered by