Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Fernando Pessoa - o menino da sua mãe

Brito-Semedo, 28 Out 11

Tão jovem! Que jovem era!
(agora que idade tem?)
Filho único, a mãe lhe dera
Um nome e o mantivera:
“O menino da sua mãe”.

 
O "menino da sua mãe" embarcou na caravela da poesia e, qual marinheiro galgando temíveis ondas, fez-se Fernando Pessoa.


Que aventuras terá vivido dentro de si?


Em quantos eus se terá desdobrado?


Acompanha-o nesta viagem e vem descobrir as múltiplas faces de um poeta que sonhou ser maior do que Camões, um poeta do Mundo, cujo génio não coube dentro das fronteiras do seu país. (Fonte).

 

Fernando Pessoa - o menino da sua mãe

de Amélia Pinto Pais; ilustração de Rui Pedro Castro

Edição/reimpressão: 2011

Páginas: 132

Editor: Areal Editores

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

'O Retorno de Johnny English'

Brito-Semedo, 27 Out 11

 

Rowan Atkinson está de volta no papel do agente secreto acidental, que não conhece o medo nem o perigo, na comédia de suspense e espionagem O Retorno de Johnny English (Johnny English Reborn). Em sua mais recente aventura, o mais improvável funcionário da inteligência do Serviço Secreto de Sua Majestade deverá deter um grupo de assassinos internacionais antes que eles eliminem um líder mundial e causem o caos global.

 

Durante os anos em que o principal espião do MI7 desapareceu do mapa, ele vem utilizando suas habilidades únicas em uma remota região da Ásia. Mas quando seus superiores na Agência ficam sabendo de um atentado contra a vida do premier chinês, eles precisam localizar o agente nada ortodoxo. Agora que o mundo precisa dele novamente, Johnny English está de volta à ação.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Esquecer!? Ninguém esquece…
Suspende fragmentos na câmara escura, que se revelam à luz da lembrança...

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Jornalista e Poeta Eugénio Tavares

Comunidade

  • Wilson Candeias

    Caro Professor Brito SemedoCabo Verde precisa de p...

  • Reyan

    Só música de qualidade! Instrumentos de corda real...

  • Anónimo

    Oi sou cabo-verdiano, estou aqui de passagem, esto...

subscrever feeds

Powered by