Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

 

Dj.jpeg

Foto Jorge Martins, 2012
 
 

Lalela, hoje, acordei de madrugadinha, com aquela sensação de frieza nos ossos que torna mais difícil a gente levantar-se... sabes?

 

Acordei... olhei para o tecto... vi aquela aranhona que diazá não sai do mesmo lugar e o arrepio foi maior. Esconjurei logo “cred, fidj, spirt santo, amém” e levantei-me ardigado, não fosse aquele homem pel’s’nal de santa cruz querer inrocar-me logo assim pl’a manhã, sem um filho d’parida ter trod’injum.

 

Abri a janela e olhei para fora. Ainda era meio escuro, alguns candeeiros alumiavam passos de gente que ia à procura de catar a vida e d’alguns parodientes que, de corpo esbodegod, penosamente regressavam das suas flestrias.

 

O galo de nh’Arcanja deu seu canto, afinadinho como todos os dias. Galo cantador e roscon aquele, e bom galador, que mantinha a capoeira em respeito.

 

Nh’Arcanja é que nos fornecia os ovos que ao domingo enfeitavam aquele prato de catchupa que mamã dava, sempre acompanhado d’um caneca de café d’chicória. Nos dias d’festa, havia sempre um postinha d’cavala frita d’véspera, com molho de escabeche frio, que dava mais um gostinho.

 

Costa assim, sol começou a levantar e fechei a janela, numa tentativa, ainda que vã, de o impedir de me apagar as memórias. É que dia claro não serve para sonhar nem acordado. Dia claro é realidade. Paciência.

 

A aranhona continua no mesmo lugar como se para ela sol não tem serventia para nada.

 

Até manhã pl’u manhãzinha.

 

Oeiras 2012-07-03

 

- Jorge Martins

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Esquecer!? Ninguém esquece…
Suspende fragmentos na câmara escura, que se revelam à luz da lembrança...

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Jornalista e Poeta Eugénio Tavares

Comunidade

  • Anónimo

    Oi sou cabo-verdiano, estou aqui de passagem, esto...

  • Regiane

    Exelentes musicas . Me faz recordar o tempo do meu...

  • Livia Ramos Silva

    Meu tio irmao do meu pai tio Dino de monte. Saudad...

subscrever feeds

Powered by