Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

 

No dia em que a Organização Não Governamental Atelier Mar que dirige completou 34 anos de existência, Leão Lopes anunciou que o processo de reconhecimento do vinho do Fogo como património mundial do gosto está a ser analisado pela associação internacional, Slow Food,  a qual fomenta uma “nova lógica” de produção alimentar e desenvolve programas de educação alimentar a favor da biodiversidade.

 

O vinho produzido junto à cratera do Vulcão do Fogo, segundo Leão Lopes, “tem qualidade mundial” e, por isso, deve ser reconhecido "brevemente" já que o processo se encontra  em fase de conclusão.

 

Além do vinho da Ilha do Fogo e do queijo de Santo Antão, este reconhecido em 2007 como património mundial do gosto, Cabo Verde pretende ainda apresentar ao Slow Food outros produtos como a aguardente de cana e diversas compotas e geléias de frutas produzidos no arquipélago.

 

Os proprietários do Vinho da Chã, por outro lado, apresentaram terça-feira, 15, no Mindelo, novos rótulos nas garrafas de vinho branco e tinto, as quais passam a ostentar desenhos dos artistas Tchalé Figueira, Leão Lopes e José Gomes.

 

Trata-se de um produto que vai estar acessível em “circuitos especiais” do mercado cabo-verdianos, ainda segundo Leão Lopes.

  

in Sapo.CV

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

S. Vicente em Festa de Aniversário

Brito-Semedo, 21 Jan 13

  
- Para o Amigo Luiz Silva
 

Situada no Oceano Atlântico, a ilha de S. Vicente foi descoberta a 22 de Janeiro de 1462 pelo navegador português Diogo Afonso e seria a última do arquipélago a ser povoada. Foi só em 1838, quando se estabeleceu um depósito de carvão para abastecimento dos navios em rota pelo Atlântico que a população se começou a fixar nela, fundando-se a cidade do Mindelo.

 

A ilha de S. Vicente, com uma área de 227 Km2, tem uma população de 76.107 habitantes (Censo de 2010). Desses, cerca de 62.970 vivem no centro urbano do Mindelo, cujo limite territorial é de apenas 75 Km2, fazendo dele um dos espaços mais densamente povoados de Cabo Verde. O desenvolvimento da ilha tem acompanhado, ao longo dos tempos, o desenvolvimento desta urbe, que se mantém o polo económico, social e cultural da população da ilha. De tal modo que a referência à ilha e à cidade se confundem nas conversas do dia-a-dia.

  

É a baía do Mindelo que determina toda a vivência desta cidade. Conhecida como a Baía do Porto Grande, foi a partir dela que a cidade se foi expandindo para o interior. E foi o movimento crescente dos barcos neste porto que lhe conferiu um carácter urbano marcadamente cosmopolita.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Esquecer!? Ninguém esquece…
Suspende fragmentos na câmara escura, que se revelam à luz da lembrança...

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Jornalista e Poeta Eugénio Tavares

Comunidade

  • FERNANDA BARBOSA

    Depois de tomar conhecimento do conteúdo do texto,...

  • Joaquim ALMEIDA

    Inteiramente de acordo com a Gilda !.A mais bela c...

  • Anónimo

    Monte cara também,seria um bom nome para a nossa c...

subscrever feeds

Powered by