Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Djê Griguim

Brito-Semedo, 26 Jan 13

 

José João Roberto, “Djê Griguim”, nasceu no dia 18 de Maio de 1919.

 

Muito jovem iniciou a sua carreira desportiva nos infantis do Grémio Desportivo Castilho.

 

Aos 18 anos ascendeu ao escalão sénior ainda em representação do grémio azul e branco.

 

Com o aparecimento da Associação Académica, de que foi um dos fundadores, resolveu passar para o Micá.

 

Foi em representação da Associação Académica do Mindelo que atingiu notoriedade, primeiro como jogador (defesa central), depois como técnico e dirigente.

 

Também foi árbitro de mérito e foi por mais de uma vez seleccionador, em parceria com outros elementos de valor desportivo mindelense.

 

Acompanhou várias equipas de S. Vicente em representação de Cabo Verde e da sua Associação Académica do Mindelo.

 

Com o seu desaparecimento, a 27 de Maio de 1982, o desporto mindelense, em particular, e o nacional, em geral, perderam um elemento real de valor, difícil de ser substituído.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Nhô Roque

Brito-Semedo, 25 Jan 13

 

Nho Roque 1.jpg

 

António Aurélio da Silva Gonçalves nasceu em S. Vicente a 25 de Setembro de 1901.

 

Partilhou a sua infância entre S. Vicente e Santo Antão, tendo frequentado também o Seminário de S. Nicolau, onde completou os estudos preparatórios.

 

Seguiu para Lisboa em 1917 onde viria a permanecer por um período de 22 anos, frequentando várias faculdades, tendo-se formado finalmente em Ciências Historico-Filosóficas na Faculdade de Letras, iniciando aí a sua obra literária.

 

Em 1939 regressa definitivamente a Cabo Verde onde permanecerá até a altura da sua morte, vítima de atropelamento, a 30 de Setembro de 1984.

 

Em S. Vicente, Aurélio Gonçalves, foi exímio professor no Liceu e na Escola Técnica e nos últimos anos da sua vida deu preciosa colaboração à cadeira de literatura cabo-verdiana do Curso de Formação de Professores do Ensino Secundário.

 

A sua originalidade como escritor está na sua arte de narrar, graças às condições da sua formação intelectual e literária durante os seus longos anos em Lisboa, pois nas suas obras exibe traços deterministas à maneira do realismo-naturalismo novecentistas, o que o torna um dos escritores cabo-verdianos mais realizados.

 

NB - Para ler mais sobre o escritor António Aurélio Gonçalves

http://brito-semedo.blogs.sapo.cv/32688.html 

http://brito-semedo.blogs.sapo.cv/34226.html .

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Esquecer!? Ninguém esquece…
Suspende fragmentos na câmara escura, que se revelam à luz da lembrança...

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Jornalista e Poeta Eugénio Tavares

Comunidade

  • amendes

    Viva Nhô Balta - Sempre!Nos muitos discursos que, ...

  • Joaquim ALMEIDA

    Falando deste " fazedôr de milagres " , que era Dr...

  • FERNANDA BARBOSA

    Depois de tomar conhecimento do conteúdo do texto,...

subscrever feeds

Powered by