Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Renato Cardoso

Brito-Semedo, 1 Fev 13

 

Renato Cardoso.jpeg

 

 

Renato de Silos Cardoso nasceu no Mindelo a 1 de Dezembro de 1951.

 

Licenciado em Direito pela Universidade Clássica de Lisboa, desde muito cedo distinguiu-se pelo engajamento na luta de Libertação Nacional.

 

Participante nas negociações que conduziram à independência do nosso país, desempenhou vária funções nos governos da I República, sendo de destacar o de Conselheiro do Primeiro-Ministro e Secretário da Administração Pública.

 

Neste último cargo viria a revelar as suas particulares qualidades técnicas na condução do processo de Reforma Administrativa.

 

É autor de várias conferências sobre relações internacionais e administrativas proferidas no exterior.

 

Publicou o Livro Cabo Verde - Opção por uma política de paz.

 

Foi também músico e compositor.

 

Faleceu na Cidade da Praia a 29 de Setembro de 1989 vítima de bárbara agressão.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

'Django Libertado'

Brito-Semedo, 31 Jan 13

 

Passado no sul dos Estados Unidos dois anos antes da Guerra Civil, Django Libertado conta a história de Django, um escravo vendido a um caçador de recompensas alemão para ajudar na captura dos irmãos assassinos Brittle.

 

O seu sucesso leva Schultz a libertar Django, mas os dois homens decidem permanecer juntos. Assim, Schultz persegue os criminosos mais procurados do Sul com Django a seu lado. Apesar de aperfeiçoar as suas capacidades de caça, Django mantém-se focado num objectivo: encontrar e resgatar Broomhilda, a sua mulher que perdeu no comércio de escravos há muitos anos atrás.  

Autoria e outros dados (tags, etc)

Esquecer!? Ninguém esquece…
Suspende fragmentos na câmara escura, que se revelam à luz da lembrança...

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Jornalista e Poeta Eugénio Tavares

Comunidade

  • Manuel Brito-Semedo

    Caro Zé Hopffer, Excelente! Terei isso em consider...

  • Anónimo

    Esqueci-me de me identificar no comentário anterio...

  • Anónimo

    Meu caro, seria interessante incluir o texto de Ar...

subscrever feeds

Powered by