Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

"Português Língua Não Materna"

Brito-Semedo, 7 Fev 13

 

A editora Lidel lançou o livro Português Língua Não Materna: Investigação e Ensino, coordenado por Cristina Maria M. Flores (Instituto de Letras e Ciências Humanas da UMinho), Maria Alfredo Moreira (Instituto de Educação da UMinho) e Rosa Bizarro (CITCEM). A obra de 196 páginas tem como público-alvo os professores, investigadores, formadores e outros interessados no ensino do Português Língua Não Materna.

 

No crescente contexto de imigração ligado a processos de globalização e de mobilidade no espaço europeu e mundial, Portugal tem vindo a tornar-se um país cada vez mais multilingue e multicultural. A igualdade de oportunidades no acesso a uma vida com melhores condições, o combate à pobreza e a dignificação humana, em geral, passam pela plena escolarização das crianças e jovens. A literacia na língua oficial do país de acolhimento é crucial à inclusão, emancipação e qualidade de vida, desempenhando um papel central na prevenção da exclusão social e na promoção da justiça social, o que torna a aprendizagem da língua uma questão de direitos humanos que a todos diz respeito.
 

Esta obra proporciona um espaço de reflexão das implicações pedagógico-didáticas e da formação de professores, trazidas pelo facto de a língua portuguesa não ser a língua materna para cerca de 14% da população estudantil nacional. Adicionalmente, e enquanto língua falada por cerca de 250 milhões de pessoas, a língua portuguesa assume um lugar de destaque no mundo, quer como instrumento de cultura como de inclusão social. Esta realidade traz novos reptos aos processos de ensino e de aprendizagem do Português Língua Não Materna (PLNM) e, consequentemente, à formação de professores e à investigação que esta obra se propõe divulgar e/ou problematizar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Esquecer!? Ninguém esquece…
Suspende fragmentos na câmara escura, que se revelam à luz da lembrança...

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Jornalista e Poeta Eugénio Tavares

Comunidade

  • amendes

    Viva Nhô Balta - Sempre!Nos muitos discursos que, ...

  • Joaquim ALMEIDA

    Falando deste " fazedôr de milagres " , que era Dr...

  • FERNANDA BARBOSA

    Depois de tomar conhecimento do conteúdo do texto,...

subscrever feeds

Powered by