Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Grandes Livros Portugueses regressam e, como os últimos são os primeiros, a escolha para a abertura desta 2.ª série recaiu sobre o Memorial do Convento de José Saramago.

 

Não perca estas viagens pela literatura lusófona aqui na Esquina do Tempo. Todos os Domingos.

 

José de Sousa Saramago (Golegã, Azinhaga, 16 de Novembro de 1922 — Tías, Lanzarote, 18 de Junho de 2010), foi um escritor, argumentista, teatrólogo, ensaísta, jornalista, dramaturgo, contista, romancista e poeta português.  

 

Foi galardoado com o Nobel de Literatura de 1998. Também ganhou, em 1995, o Prémio Camões, o mais importante prémio literário da língua portuguesa. Saramago foi considerado o responsável pelo efectivo reconhecimento internacional da prosa em língua portuguesa. A 24 de Agosto de 1985 foi agraciado com o grau de Comendador da Ordem Militar de Sant'Iago da Espada e a 3 de Dezembro de 1998 foi elevado a Grande-Colar da mesma Ordem. 

 

O seu livro Ensaio sobre a Cegueira foi adaptado para o cinema e lançado em 2008, produzido no Japão, Brasil, Uruguai e Canadá, dirigido por Fernando Meirelles (realizador de "O Fiel Jardineiro" e "Cidade de Deus"). Em 2010 o realizador português António Ferreira adapta um conto retirado do livro Objecto Quase, conto esse que viria dar nome ao filme "Embargo", uma produção portuguesa em co-produção com o Brasil e Espanha.  

 

Nasceu no distrito de Santarém, na província geográfica do Ribatejo, no dia 16 de Novembro, embora o registo oficial apresente o dia 18 como o do seu nascimento. Saramago, conhecido pelo seu ateísmo e iberismo, foi membro do Partido Comunista Português e foi director-adjunto do "Diário de Notícias". Juntamente com Luiz Francisco Rebello, Armindo Magalhães, Manuel da Fonseca e Urbano Tavares Rodrigues foi, em 1992, um dos fundadores da Frente Nacional para a Defesa da Cultura (FNDC). Casado, em segundas núpcias, com a espanhola Pilar del Río, Saramago viveu na ilha espanhola de Lanzarote, nas Ilhas Canárias (Fonte).

Autoria e outros dados (tags, etc)

Após o sucesso da 1ª série, o Magazine Cultural Online Esquina do Tempo regressa com mais 11 documentários da RTP sobre obras-primas da literatura portuguesa, narrados pelo actor Diogo Infante.

 

 

O conceito Grandes Livros assenta na análise da obra mais emblemática de um escritor português: a estória, o contexto histórico, a importância que teve/tem, a história do autor. A selecção obedece ao seguinte critério: um livro por autor; autores portugueses falecidos, obras passíveis de serem abordadas em tv e apelarem a uma grande faixa da população.

 

Obras para a 2.ª série Grandes Livros:

 

01 - Uma Abelha na Chuva (Carlos de Oliveira)

02 - Bichos (Miguel Torga)

03 - As Pupilas do Senhor Reitor (Júlio Dinis)

04 - Rimas (Bocage)

05 - Esteiros (Soeiro Pereira Gomes)

06 - Auto da Barca do Inferno (Gil Vicente)

07 - São Paulo (Teixeira de Pascoaes)

08 - O Livro de Cesário Verde (Cesário Verde)

09 - Crónicas (Fernão Lopes)

10 - Eurico, o Presbítero (Alexandre Herculano)

11 - Memorial do Convento (José Saramago)

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Esquecer!? Ninguém esquece…
Suspende fragmentos na câmara escura, que se revelam à luz da lembrança...

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Jornalista e Poeta Eugénio Tavares

Comunidade

subscrever feeds

Powered by