Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

 

Na festa do Dia da Língua Portuguesa na ONU, centenas de espectadores percorreram os sons do mundo lusófono desde o Brasil, na América do Sul, até Timor-Leste, no sudeste da Ásia, passando por África e pela Europa.

 

Na noite da mistura de sons, as estrelas vieram das oito nações que falam português na celebração do Dia da Língua Portuguesa, comemorado a 5 de maio.

 

O show, na sede da ONU, contou com a participação das representações diplomáticas dos oito Estados-membros  do bloco, que se juntaram no espetáculo que apresentou as suas culturas à comunidade internacional.

 

História Comum

 

O embaixador de Moçambique junto da ONU, António Gumende, foi quem abriu o concerto. Como presidente em exercício da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, Cplp, Moçambique realçou a história comum e a cultura que inspiraram a realização do evento.

 

O espetáculo intitulado "Uma Viagem Musical pelo Mundo da Língua Portuguesa" marcou a primeira aparição do recém-nomeado representante diplomático português na ONU, Álvaro José de Mendonça e Moura, que comentou a celebração.

 

Lusofonia

 

"É um acontecimento não só de união entre os países lusófonos, mas também de aproximação dos outros países à lusofonia, que é também o objetivo deste dia. Trazer os outros para a lusofonia, para a conhecerem e a cultura dos países da lusofonia", disse.

 

E a primeira atuação musical foi de Portugal. Pela segunda vez no evento anual do bloco de língua portuguesa, a cantora Catarina dos Santos disse que a Cplp pode ser a ponte entre as culturas lusófonas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Feliz Dia da Mãe

Brito-Semedo, 4 Mai 13

O Dia das Mães também designado de Dia da Mãe é uma data comemorativa em que se homenageia a mãe e a maternidade. Em alguns países é comemorado no segundo domingo do mês de Maio (como no Brasil). Em Portugal é comemorado no primeiro domingo do mês de Maio em homenagem à Virgem Maria e a Nossa Senhora de Fátima, mas pelas pessoas mais antigas é ainda celebrado a 8 de Dezembro 

SAUDADE

 

(À memória de minha estremecida mãe)

 

Alma mais simples do que a flor singela,

E coração de rola a mais sentida,

A minha santa mãe inesquecida

Era o ideal das mãis: tal era ela.

 

Não mais verei a luz da minha estrela

No céu caliginoso desta vida!

Que resta a [à] alma, pela dor vencida,

Nas trevas desta noite de procela?

 

Apenas mil lembranças! e, suspenso,

O éco da sua voz e a soledade!...

Ó mãe, se numa balança, tal qual penso,

 

Existe no teu mundo, a eternidade,

Mãe, põe dum lado o teu amor imenso,

E doutro lado põe: a minha saudade!

 

– António Januário Leite

(Santo Antão, 10.06.1865 – 10.06.1930)

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Esquecer!? Ninguém esquece…
Suspende fragmentos na câmara escura, que se revelam à luz da lembrança...

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Jornalista e Poeta Eugénio Tavares

Comunidade

subscrever feeds

Powered by