Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

 

O livro A rainha dos estapafúrdios valeu ao escritor angolano José Eduardo Agualusa o prémio Manuel António Pina, criado este ano para distinguir obras da literatura para a infância e juventude, revelou hoje [14.Junho] o júri à agência Lusa. Com ilustrações de Danuta Wojciechowska, editado em 2012 pela D. Quixote, o livro narra as aventuras da perdigota Ana, uma pequena perdiz cinzenta que, à procura de uma plumagem mais colorida, cai num arco-íris e que, depois de muitas peripécias, se transforma na rainha da savana.

 

O júri foi consensual em atribuir o prémio desta primeira edição a A rainha dos estapafúrdios, por ser a obra que reuniu todos os requisitos do galardão, criado em honra de Manuel António Pina, disse Adélia Carvalho, um dos elementos do júri.

 

O Prémio Manuel António Pina, no valor de 2.000 euros, foi criado pela editora Tcharan para premiar textos de literatura infanto-juvenil do universo lusófono, em honra do escritor, falecido em outubro passado.

Autoria e outros dados (tags, etc)

'Homenagem ao Poeta Jorge Barbosa'

Brito-Semedo, 14 Jun 13

 

JB.jpeg

 

 

 

PROGRAMA

 

15h00 – Descerramento de uma placa no edifício onde o poeta morreu, sito na Rua Mário Sacramento, nº. 66 Cova da Piedade. (frente à paragem do Metro denominada Parque da Paz – Perto da Igreja Nova).

 

Intervenções: Associação Caboverdeana, em nome da comissão organizadora; representante da Câmara Municipal de Almada e do representante da Embaixada, a par da possível leitura de um poema do homenageado.

 

16h00 – Inauguração, no Fórum Municipal Romeu Correia, da Exposição sobre a Morna (género musical de Cabo Verde), no âmbito da candidatura a património imaterial da humanidade, explicada pelo Dr. Eugénio Sena, Presidente da Fundação Eugénio Tavares, a convite da Embaixada.

 

Alocuções: Sra. Embaixadora de Cabo Verde e Representante da Câmara Municipal de Almada, acompanhada da Leitura de uma breve introdução sobre a Morna e do poema de JB "A Morna", Interpretação de mornas por Zenaida Chantre e Mário Rui, acompanhados por Armando Tito e Zé António, ao violão e cavaquinho

 

16h30 – Mesa Redonda sobre a vida e obra de Jorge Barbosa, coordenada pelo Dr. José Luís Hopffer Almada, com a participação do Prof. Doutor Alberto Carvalho e dos Drs. Hilarino da Luz e Joaquim Saial.

 

18H30 – Recital de poesia de Jorge Barbosa com a participação de Charlie Mourão, Filomena Lubrano, Luís Lobo, Manuel Estevão, Marlene Nobre e Regina Correia. Selecção de textos de José Luís Hopffer Almada, direção artística de Manuel Estevão e a participação musical de Armando Tito, José António e Zenaida Chantre.

 

  

Autoria e outros dados (tags, etc)

Esquecer!? Ninguém esquece…
Suspende fragmentos na câmara escura, que se revelam à luz da lembrança...

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Jornalista e Poeta Eugénio Tavares

Comunidade

subscrever feeds

Powered by