Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Os Transparentes

Brito-Semedo, 26 Jun 13

 

Os protagonistas de Os transparentes são pessoas simples, habitantes da cidade de Luanda que vivem e compartilham seus afectos e suas memórias. São personagens surpreendentes, ricos em complexidade humana, que desejam, choram, festejam, lutam e fantasiam.

 

Odonato, Xilisbaba, Amarelinha, AvóKunjikise e MariaComForça moram em um edifício no LargoDaMaianga, centro de Luanda.

 

Outras pessoas, como o VendedorDeConchas, o Cego e o Carteiro, passam eventualmente por ali. Eles contam suas histórias, relembram os tempos da guerra e fazem planos para o futuro.

 

Aparecem também personagens como autoridades, fiscais, jornalistas, pesquisadores, todos interessados nas riquezas naturais do país e enredados na experiência urbana de uma grande cidade africana. São histórias íntimas e colectivas, problemas individuais e familiares que traçam um painel de uma Angola cheia de contrastes, vivendo a transição muitas vezes difícil entre a cultura arraigada e a chegada do novo.

 

Neste romance o estilo do autor permanece inconfundível, tanto por seu humor franco conjugado à crítica inteligente como por sua habilidade narrativa que sempre leva o leitor a uma vigorosa aventura ficcional.

 

2013
Ondjaki
Companhia das Letras

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Bichos, Bichinhos e Bicharocos

Brito-Semedo, 26 Jun 13

 

Esta é uma reedição muito especial: vamos ouvir pela primeira vez as três canções escritas pela musicóloga Francine Benoit sobre os poemas de Sidónio Muralha, mais de sessenta anos depois de impressas em papel.

 

Para esta 3.ª edição em cuidado fac-símile da obra original, foram gravadas em CD por um coro com mais de 140 crianças dos Jardins-Escolas João de Deus em Lisboa (Estrela, Alvalade e Olivais). Uma estreia absoluta.

 

Razão de sobra para redescobrirmos, e darmos a descobrir aos mais novos, este extraordinário pequeno livro que fez parte da infância de muitos de nós. Os deliciosos poemas de Sidónio Muralha, musicados por Francine Benoit, deram também o mote a Júlio Pomar para, então com 23 anos, criar dezenas de ilustrações inesquecíveis: os macacos com o espelho em cacos, os grilos grilões, o papagaio que faz banzé, o sapo sapinho doutor.

 

Género: Infanto-Juvenil
Quem: Sidónio Muralha
Ano: 2013
Origem: Portugal
Editora: Althum
Ilustração: Júlio Pomar
Número de Páginas: 64

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Esquecer!? Ninguém esquece…
Suspende fragmentos na câmara escura, que se revelam à luz da lembrança...

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Jornalista e Poeta Eugénio Tavares

Comunidade

  • amendes

    Viva Nhô Balta - Sempre!Nos muitos discursos que, ...

  • Joaquim ALMEIDA

    Falando deste " fazedôr de milagres " , que era Dr...

  • FERNANDA BARBOSA

    Depois de tomar conhecimento do conteúdo do texto,...

subscrever feeds

Powered by