Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Retrato da Mãe de Hitler

Brito-Semedo, 11 Jul 13

 

Lisboa 1945.


Jack Gil Mascarenhas Deane já não trabalha para os serviços secretos ingleses, pois a guerra acabou, mas a chegada do seu pai a Lisboa vai alterar a sua vida. O pai é um colecionador de tesouros nazis e vai obrigar Jack Gil a ajudá-lo na sua demanda pelos valiosos artefactos, que muitos nazis, como Manfred, tentam vender em Lisboa, antes de fugirem para a América do Sul.

 

Dividido entre o desejo de ajudar o pai e o desejo de partir de Lisboa, Jack Gil está também dividido nos seus amores, pois embora esteja apaixonado por Luisinha, uma portuguesa que adora cinema e acredita na democracia, fica perturbado pelo regresso de Alice, o seu amor antigo, uma mulher duvidosa, misteriosa mas entusiasmante, que fora a sua paixão de uns anos antes, e que desaparecera certa noite da sua vida.

 

O Retrato da Mãe de Hitler
de Domingos Amaral 
Edição/reimpressão: 2013
Páginas: 420
Editor: Casa das Letras

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Cabo Verde, Coração do Mundo

Brito-Semedo, 10 Jul 13

 

  

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Esquecer!? Ninguém esquece…
Suspende fragmentos na câmara escura, que se revelam à luz da lembrança...

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Jornalista e Poeta Eugénio Tavares

Comunidade

  • FERNANDA BARBOSA

    Depois de tomar conhecimento do conteúdo do texto,...

  • Joaquim ALMEIDA

    Inteiramente de acordo com a Gilda !.A mais bela c...

  • Anónimo

    Monte cara também,seria um bom nome para a nossa c...

subscrever feeds

Powered by