Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Enigmas e Maravilhas do Cérebro (2)

Brito-Semedo, 15 Dez 13

 

 

 - Arsénio Fermino de Pina, Pediatra cabo-verdiano e sócio honorário da Adeco (Associação da Defesa do Consumidor)

 

E os instintos, o que são? É voz corrente que os instintos são o oposto da reflexão e da aprendizagem, comportamentos complexos inatos – por não terem de ser aprendidos porque se nasce com eles. William James foi o primeiro a pôr em causa a inferioridade dos instintos, afirmando que o comportamento humano revelava uma inteligência mais flexível do que o dos outros animais precisamente por possuir mais instintos do que eles, não menos, considerando os instintos como ferramentas de reserva e, quantos mais tivermos, mais adaptáveis conseguimos ser. No seu conjunto, os instintos constituem aquilo que entendemos como natureza humana.

 

Os instintos diferem dos nossos comportamentos automatizados (andar de bicicleta, dançar, conduzir automóveis, patinar, nadar, etc.), na medida em que não tivemos de os aprender e praticar na nossa vida: herdámo-los. Os instintos representam ideias tão úteis que ficaram creditados na linguagem minúscula do ADN. Isto foi conseguido pela selecção natural ao longo de milhões de anos: aqueles que possuíam instintos que favoreciam a sobrevivência e a reprodução multiplicaram-se. A consciência não chega até aos instintos mas estes interferem com ela, quando necessário.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Esquecer!? Ninguém esquece…
Suspende fragmentos na câmara escura, que se revelam à luz da lembrança...

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Jornalista e Poeta Eugénio Tavares

Comunidade

  • Ariel

    Muito bom o livro! 

  • Anónimo

    Muito obrigada por nos presentear com estas inform...

  • Léo

    Olá, realmente esse ritmo é contagiante, fico me i...

subscrever feeds

Powered by