Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

 

Caboverdianamente.jpeg

Está em preparação uma nova edição do Cabo-verdianamente Ensaiando, o meu primeiro livro, com vista a sair em 2015 – o volume I é de 1995 e o volume II de 1998 – por se encontrar esgotado e devido ao facto de os seus textos continuarem a ser usados pelos alunos do ensino secundário como material de estudo da literatura cabo-verdiana, tão escasso entre nós, e encontrar-se esgotado. Esta edição é igualmente uma forma de assinalar os meus vinte anos nas lides literárias, iniciadas quando vivia em Maputo (Moçambique), onde também produzi A Morna Balada – O Legado de Renato Cardoso (1999), e assinalar os 40 anos da independência nacional.

 

O novo Cabo-verdianamente Ensaiando funde os dois volumes anteriores num único, tendo os temas sido melhor arrumados, resistindo, porém, à tentação de mexer no conteúdo ou na linguagem e introduzindo apenas ligeiras alterações de forma. Opto, assim, por me manter fiel ao texto inicial e ao meu pensamento da altura.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Curador do Mindelo Indisponível

Brito-Semedo, 13 Mai 14

 

Curador.jpeg

 Brito-Semedo, Foto Jornal "A Semana"

 

Em carta dirigida ao Ministro da Cultura com data de 30 de Abril, Brito-Semedo declina o convite formulado para ser Curador da Cidade do Mindelo e explica as suas razões: "as dificuldades do executivo em corresponder às necessidades de tal função e óbvia falta de preparação para a abertura e funcionamento da Curadoria".

 

A nomeação que o Senhor Ministro da Cultura me propôs pelo telefone, em 27 de Março p. p., coloca, como tive ocasião de então lhe referir, questões de ordem profissional e pessoal/familiar, entre elas, as condições remuneratórias futuras e as de desvinculação do meu cargo actual na Uni-CV, com os compromissos assumidos para este ano lectivo. Expressou-me então o Senhor Ministro a intenção de brevemente as discutir comigo.

 

Sem que tal se verificasse, recebi o convite que me endereçou para “compor a Curadoria”, sem referência ao cargo que inicialmente havia referido. Continuei, por isso, aguardando pela conversa prometida.

 

Passados 18 dias sobre a data do convite formulado primeiramente e depois do Senhor Ministro ter discutido o assunto com os Deputados eleitos pelo círculo de São Vicente e solicitado à Reitora da Uni-CV a minha disponibilização para a função de responsável pela Curadoria, optou o Senhor Ministro por dar posse imediata aos 9 membros que integram a Curadoria da Cidade do Mindelo, eu incluído, em acto público de 14 de Abril, aproveitando a sessão solene do Dia da Cidade, tendo-me inclusivamente solicitado que proferisse um discurso como seu membro e em nome dos restantes, o que aconteceu. Este acto foi amplamente divulgado pela Comunicação Social, tendo induzido esta a presumir que seria eu o responsável pela Curadoria, o que foi ampla e claramente noticiado, inclusivamente na página do Facebook desse Ministério.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 1/3

Esquecer!? Ninguém esquece…
Suspende fragmentos na câmara escura, que se revelam à luz da lembrança...

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Jornalista e Poeta Eugénio Tavares

Comunidade

subscrever feeds

Powered by