Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

 

Cores e saberes das ilhas viajam até à animada festa brasileira, que reúne mais de 100 mil pessoas, de várias cidades.

 

Como raras vezes acontece, a cultura caboverdiana marca presença no Brasil. Os escritores Corsino Fortes, Danny Spínola, Fátima Bettencourt, Manuel Brito-Semedo e Vera Duarte participam, de 15 a 21 de maio, do projeto Lendo África na 14ª Feira do Livro de Ribeirão Preto, importante polo regional do estado de São Paulo.

 

 “O Lendo África foi pensado para promover as literaturas africanas em língua portuguesa e o livro enquanto fonte de difusão cultural, sobretudo no interior do Estado de São Paulo, o mais populoso irmão sul-americano. Na edição de estreia, o país escolhido é Cabo Verde”. A explicação é de Fatu Antunes, idealizadora do projeto e coordenadora da Oficina Cultural Candido Portinari.

 

A Oficina Cultural Candido Portinari é um espaço da Secretaria da Cultura do Governo do Estado de São Paulo gerido pela POIESIS-Instituto de Apoio à Cultura, à Língua e à Literatura. Lendo África: Cabo Verde conta com as parcerias do Instituto da Biblioteca Nacional e do Livro de Cabo Verde, da Fundação Feira do Livro de Ribeirão Preto e da Fundação Instituto do Livro de Ribeirão Preto.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Esquecer!? Ninguém esquece…
Suspende fragmentos na câmara escura, que se revelam à luz da lembrança...

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Jornalista e Poeta Eugénio Tavares

Comunidade

  • Reyan

    Só música de qualidade! Instrumentos de corda real...

  • Anónimo

    Oi sou cabo-verdiano, estou aqui de passagem, esto...

  • Regiane

    Exelentes musicas . Me faz recordar o tempo do meu...

subscrever feeds

Powered by