Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Passeio de fim de tarde – Estórias

Brito-Semedo, 17 Mai 15

 

SV.jpg

S. Vicente, vista parcial 

 

 

Boa noite d'Deus, Lalela, como vai a vida, Rapaz? Diazá gente não se encontrava, mosse... nem para distrair numa conversa. Bom, eu, é verdade, nem tenho ido até Rua d'Lisboa dar aquela saranda, como faço normalmente,quase tud dia... sabes, por via dessa dor na rabada que não me tem deixado andar muito... bidjiça a entrar como caruncho na madeira de caixote.


– Mas como vai isso, gente de casa, como vai? Tudo de saúde?

 

Mas olha mosse, hoje, depois de sair da repartição, para aliviar esse calor d'infer que tem na tchom de Soncente, com nem um sopro de vento para aliviar um pobre d'Crist, fui dar uma voltinha desde Rob' Salina, subi direcção de Monte e segui, para D'ji Sal até Cova d'Inglesa, na procura de um fresco. Zona de Cova d'Inglesa é sempre mais fresco. Leva com aquele ar d'mar que vai varrendo Porto... mas sem grande sorte, que hoje não corre nem um araja na tchon d'Soncente.

 

De camim passei, na porta de C'ad Massong e lembrei aquela estória de Junzin de Nhanha DJodja... fiz aquele caminho a rir-me que gente que passava por mim deve ter pensado que estou a dar pancada d'tchoca... mas lembrar Junzin de Nhanha Djodja é mesmo só para dar risada.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Esquecer!? Ninguém esquece…
Suspende fragmentos na câmara escura, que se revelam à luz da lembrança...

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Jornalista e Poeta Eugénio Tavares

Comunidade

  • Reyan

    Só música de qualidade! Instrumentos de corda real...

  • Anónimo

    Oi sou cabo-verdiano, estou aqui de passagem, esto...

  • Regiane

    Exelentes musicas . Me faz recordar o tempo do meu...

subscrever feeds

Powered by