Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

  

LA.jpeg

- Luís Alves, Investigador

 

Confesso que não sou muito frequentador de cinema, e é com alguma tristeza que, ao escrever este artiguelho para o blog do meu amigo Manuel Brito-Semedo, veio-me à memória que os filmes mais interessantes que vi nestes últimos tempos tenham sido em vôos de longo curso. Mas causa-me muito mais tristeza ver o estado a que chegamos em S. Vicente e não só, parece-me que em todo o Cabo Verde, de não existir uma única sala de cinema, onde as  nossas crianças e adolescentes (e também adultos) possam (poderiam) ter a oportunidade de desfrutar de momentos de muita excitação e entusiasmo tais como os que eu e os meus amigos de infância desfrutámos nas décadas de 50 e 60 do século passado. Quais as razões da “implosão” das salas de cinema do Mindelo (e de Cabo Verde) eu não sei bem, devem ser as mais diversas, mas que são razões que não têm razão de existir ... pelo menos para chegar ao ponto a que chegámos.

  

Cartaz.jpeg

São muitas, e todas boas, felizmente, as minhas memórias das nossas idas ao cinema no Mindelo – digo nossas, porque não me lembro de alguma vez ter ido sózinho ver um filme, íamos sempre aos bandos num chilreio impressionante e voltávamos do cinema num estado de excitação sideral, os olhos esbugalhados, vidrados pelas cenas incrédulas, pela maneira como o sport evitou e liquidou os bandidos, a forma como ele conseguiu ficar no fim com a mnina de sport, com as cavalgadas impressionantes, os gritos dos peles vermelhas, os tiros dos caras pálidas, nos filmes de cobóis. Vínhamos relembrando aos gritos os pormenores da travessia oceânica do Errol Flynn, da batalha naval com os piratas do Capitão Gancho, cada um tentando gritar mais que o outro para ultrapassar todos os outros e sobrepor a sua opinião. Às vezes, as discussões eram tão arrebatadoras que passávamos pelas nossas portas e quando “acordávamos” estávamos na porta daquele que morava mais longe do cinema, o que dava sempre para o torto com os nossos pais...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Esquecer!? Ninguém esquece…
Suspende fragmentos na câmara escura, que se revelam à luz da lembrança...

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Jornalista e Poeta Eugénio Tavares

Comunidade

  • amendes

    Viva Nhô Balta - Sempre!Nos muitos discursos que, ...

  • Joaquim ALMEIDA

    Falando deste " fazedôr de milagres " , que era Dr...

  • FERNANDA BARBOSA

    Depois de tomar conhecimento do conteúdo do texto,...

subscrever feeds

Powered by