Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dia da Internet Segura

Brito-Semedo, 6 Fev 12

 

O contato dos mais novos com a Internet começa cada vez mais cedo, o que reforça a importância de os acompanhar e orientar no sentido de ajudar a identificar os perigos que podem fazer parte de uma navegação inocente pelo mundo virtual.

 

Este é um dos objetivos do Dia da Internet Segura, uma iniciativa da Comissão Europeia e do INSAFE (rede de organizações que coordenam projetos de sensibilização para a segurança na Internet), dirigida a crianças e adolescentes, que este ano ocorre no próximo dia 7 de fevereiro subordinado ao tema "Descobrindo o mundo digital juntos… em Segurança!".

 

A segurança na utilização da Internet é um tema que pode e deve ser acompanhado pelos pais e professores ao longo de todo o ano. Deixamos aqui algumas dicas para que possa acompanhar os mais novos e tornar a experiência de "navegar na Internet" numa experiência útil, divertida e, acima de tudo, segura:

 

 

1. Crie regras de utilização da Internet em casa. Quando as crianças começam a utilizar a Internet, é importante que existam regras claramente definidas. Não devem existir dúvidas quanto ao que podem e não devem fazer. Estas regras deverão incluir quando e como deverão utilizar as redes sociais.

 

2.   Garanta que as crianças têm a idade recomendada para acesso às redes sociais. De uma forma geral, a idade mínima recomendada para utilizar uma rede social são os 13 anos. Se tem crianças com idade inferior, não as deverá autorizar a utilizar esses sites, pelo menos, sem qualquer controlo parental uma vez que não existem medidas eficazes de confirmação da idade na altura da subscrição / utilização do site.

 

3.   Obtenha o máximo de conhecimento acerca do site. Antes do seu filho começar a utilizar ou registar-se num determinado site, seja utilizador desse site. Leia a política de privacidade e a prática de conduta e confirme se o mesmo tem processos que analisem os conteúdos lá colocados. Depois, acompanhe periodicamente.

 

4.   Deixe muito claro que o seu filho NUNCA deverá encontrar-se com alguém que comunique com ele apenas de forma digital. As crianças poderão colocar-se em situações de perigo ao encontrarem-se com pessoas que apenas conheceram no mundo digital. Aconselhe-as a comunicar apenas com os amigos e não com pessoas que desconhece pessoalmente.

 

5.   Garanta que o seu filho não utiliza o nome completo. Explique porque não deve utilizar nem o nome completo nem o nome completo dos amigos, aconselhe-o a utilizar um nickname que não deixe impressões erradas.

 

6.   Seja cauteloso na informação que o perfil do seu filho contém. Confirme que o perfil não contém qualquer tipo de informação que possa, direta ou indiretamente, identificá-lo.

 

7.   Considere utilizar um site que tenha permissões de modo a que nem todos possam ver tudo. Alguns sites permitem a utilização de credenciais de forma a que o site do seu filho seja visível apenas por quem ele conhece. Por exemplo, com o MSN Spaces pode colocar permissões na utilização desde qualquer pessoa na internet até às pessoas que escolher.

 

8.   Seja especialmente perspicaz nos detalhes das fotografias. Explique que as fotografias podem revelar muita informação pessoal, pelo que não devem conter elementos que possam servir de identificação, tais como nomes de ruas, matrículas de carros, nome da escola, etc.

 

9.   Mantenha uma comunicação aberta. Encoraje-o a partilhar consigo se encontrar algo que o deixe desconfortável ou ameaçado. Se isso acontecer, não perca a calma, é fundamental que ele perceba que não arranja problemas por falar consigo.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Esquecer!? Ninguém esquece…
Suspende fragmentos na câmara escura, que se revelam à luz da lembrança...

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Jornalista e Poeta Eugénio Tavares

Comunidade

Powered by