Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

 

Mindelo.jpeg

 

 

Mindel nha bêrce nha terra mãe
Spêra dxame bêm sabê dêss dor
Dor d'quem mi ê
E sodad d'quem nunca m' fui
Carrêgàme el sima Crist carrêga cruz

Na simplicidad dum criatura
Mi ê mais um nêss univêrse grande e infinito

Dum jota grande tra um jutinha
Mi d'criancinha
Na variêdad scrivid nha nome
Pa nha fantasia

Mindel nha bêrce nha terra mãe
Dzêm na mund casta d'dor ê êss
Dor d'quem mi ê
E sodad d'quem nunca m'fui
Carrêgàme el sima Crist carrêga cruz

 

Dum cara grande tra um carinha
Mi d'criancinha
Na variêdad sô scrivid nha nome
Pa nha fantasia

Mas enquanto terra for terra
M'ta sabê tambê paga nha dor
Paga nha dor, paga nha dor

 

Jorge Humberto

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Esquecer!? Ninguém esquece…
Suspende fragmentos na câmara escura, que se revelam à luz da lembrança...

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Jornalista e Poeta Eugénio Tavares

Comunidade

Powered by