Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

'Kolá SanJon é Festa di Kau Berdi'

Brito-Semedo, 21 Jun 12

 

 

Os habitantes do bairro da Cova da Moura, cabo-verdianos na sua maioria, recuperam e põem em acção uma festa tradicional do seu arquipélago de origem, um ritual característico das Festas Juninas. Este documentário acompanha um grupo de residentes do bairro numa viagem a Cabo Verde para festejarem as festas de S. João. É a festa de São João Baptista, mas é também a encenação de uma viagem.

 

Título Original: Kolá San Jon é Festa di Kau Berdi

Realização: Rui Simões

Distribuição em Portugal: Real Ficção

Género: Documentário

Ficha Técnica: Duração:1h | Origem: PT, 2011

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

4 comentários

De José Figueira,Junior a 22.06.2012 às 21:28


As festas Juninas, são tipicas e oriundas das Ilhas de Cabo Verde Norte SANANTOM,SANTA LUZIA, SANINCLAU, BOAVISTA, SAL e DJABRABA
como excepção e sua transferencia de Cultura por afinidades NORTENHAS.
Ora ali na Cova da Moura que todos os cabo-verdianos participem na FESTA DE "COLÁ SAN JON2 acho bem! Mas que ninguém ouse se apoderar daquilo que é bem nosso como a TABANCA e o FUNANA são bem SANTIAGUENSES.Ora essa presença Cultural bivalnete por vezes é preciso ter-se a coragem de explicá-la.Embora tudo é um problema de aceitação no respeito do seu próximo cabo-verdian cujos os valores são os mesmos.Nós os do NORTE não adoptamos nem aceitamos a escrita alupekadora e por isso escrevemos "COLÀ SAN JON" ! A luta continua embora nós não tenhamos dinheiro para sermos corruptores."A bon entandant SALUT" Abs Zizim Figueira p.s. precisas ler CONTACTOS DE CIVILIZAÇÂO de Michel Leiris...  

De Brito-Semedo a 22.06.2012 às 22:14

Amigo, Zizim,
Um abraço de muita amizade e admiração. Apenas uma precisão em minha defesa: a forma de escrita aqui reproduzida não é da minha lavra, mas do autor do documentário. Limitei-me a reproduzir o título.
Feliz Sanjon lá na Rbera d'Julion, nôs terra!

De José Figueira,Junior a 23.06.2012 às 16:29


Carissimo Brito Semedo, Não te incriminei no contexto aliás penso ter visto na TPAFRICA a pessoa que deve ter escrito o nosso COLÀ SAN JON com " K " e
isso é uma praga que não vem só do badiu porque há muitos que conheço e optaram pela escrita greco-romana como a aprendemos nos bancos da Escola com Ti Fefa (Sr Alfredo Brito) o que é normal. Mas olha que no mundo sampadjudo há por lá muitos meninos corruptos partidario politico que adoptaram esse maldito " K ". Mas lá vamos dando réplia e tréplica que se comprenda.Aliás estou preparando um texto sobre o assunto.Felicitações pelo teu excelente trabalho.Bom fim de semana e aquele fraterno abraço do Zizim

De Joaquim ALMEIDA (Morgadinho) a 25.06.2012 às 10:16

Destruir as raizes de uma cultura que existe hà mais de 500 anos ,( com todas as suas letras de origem ) para se impor ideias sem fundamento , nao é e nem serà aceitàvel no espirito e nem na capacidade intelectual de ( um bom " criol " ) !.. So podemos aceitar o que é aceitàvel, o que tem argumentos solidos e neste caso, a nossa lingua; que nos apresentem as (razoes concretas ) pelas quais devemos aceitar a substituiçao da letra " C " pela letra " K " !.. Da minha parte é me impossivel aceitar esta ideia , porque seria trair os principios pelos quais eu me instrui como " c " abo verdiano !.. ( Um bom " Criol " )!.. Um Criol na Frânça ; Morgadinho !..

Comentar post

Esquecer!? Ninguém esquece…
Suspende fragmentos na câmara escura, que se revelam à luz da lembrança...

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Jornalista e Poeta Eugénio Tavares

Comunidade

Powered by