Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Terminou a Temporada! Caiu o Pano!

Brito-Semedo, 13 Jul 12

 

Aconteceu hoje no Centro Cultural Português da Praia/Instituto Camões a última actividade cultural organizada pelo seu Director, João Laurentino Neves, que se despede de Cabo Verde depois de 9 anos de serviço. As palavras de abertura, rotina dos eventos culturais, foram hoje proferidas com voz embargada, entrecortadas com palmas do público que enchia a sala de espectáculos.

 

João Neves “derreteu-se” e terminou a sua curta apresentação engolindo em seco e com a expressão: “… deixo-vos com Deus!”, numa alusão ao Ricardo de Deus Trio – Binga de Castro, Ricardo de Deus e Ndu Carlos – mas também jogando com as palavras.

 

A noite foi de “ondulações”, como prometido, com música de qualidade, num ambiente de muitas palmas, manifestações de afecto e, já, de saudade.

 

Terminou a temporada! Caiu o pano! João Neves, por amor a Cabo Verde, serviu a Portugal por 9 anos, promovendo a cultura e o diálogo entre estes dois povos.

 

Durante estes nove anos, João Neves, enquanto Adido Cultural e Director do Centro Cultural Português, desenvolveu um rico e diversificado programa de exibição de filmes e documentários, de que ‘maio.doc’ é um dos exemplos; de apresentação de peças de teatro infantil e para adultos; de dança contemporânea; de concertos musicais; de recitais de piano, com destaque para grandes nomes como Maestre Vitorino de Almeida, Pedro Burmester, o recém-falecido Bernardo Sassetti, Ricardo Vieira, Tomohiro Hatta e Vasco Martins; de apresentação de ranchos folclóricos; de exposição de pintura, de fotografia e de serigrafia; de colóquios e seminários internacionais; de edição e apresentação de livros e discos; de espectáculos de magia e sessões de narrativa de histórias; de noites de São Valentim; e, nos últimos 3 anos, a PORFesta, a festa portuguesa de convívio com os cabo-verdianos pelo 10 de Junho, o Dia de Camões e das Comunidades Portuguesas.

 

 

Laurentino Neves fez do Centro Cultural Português da Praia um espaço muito nosso, de Portugal e de Cabo Verde, num verdadeiro diálogo intercultural; de promoção de novos valores, como Lúcia Cardoso, Sara Alhinho, Remna Schwarz e Ndu Carlos, Quarteto KK, Bino Barros, Hélder Paz Monteiro e Alberto Koning; de divulgação de projectos interessantes, como o de percussão para crianças do “Espaço Gota d’Arte”; e, também, de apoio a artistas consagrados, das mais diversas áreas, como Tété Alhinho, Terezinha Araújo, Maria de Sousa, Ricardo de Deus, Lela Violão, Mário Lúcio, Princesito, Tchalê Figueira, Omar Camilo, Codé di Dona ou Nha Nácia Gomi.

 

João Neves foi, por isso e justamente, reconhecido pelo Presidente da República Pedro Pires, que, em 2011, o agraciou com a 1.ª Classe da Medalha de Mérito, em reconhecimento pelo seu “importante contributo para o aprofundamento das relações culturais entre os dois países”.

 

Cabo Verde é uma terra que cativa e que marca, sobretudo pelas suas gentes. Estamos convencidos de que o João e a Maria João, sua esposa, depois desta experiência de Cabo Verde, nunca mais serão as mesmas pessoas, mesmo porque, quando chegaram com o Rodrigo, pequenino ainda, não contavam que ele fizesse cá todo o Ensino Básico e os seus primeiros e grandes amigos. O Bernardo, que nem projecto era, regressa um “badiuzinho” da Praia. O que começou por ser “terra trazida” passa agora a ser “terra levada”!

 

Pelo nosso lado, guardamos boas e ricas recordações de sã convivência e camaradagem, sem esquecer as especialidades e pratos de bacalhau, de arroz de pato ou do leite-creme da Maria João, claro!

 

A terminar, uma nota bem pessoal. Depois de um lanche de fim-de-tarde e momentos agradáveis no meu apartamento, o Rodrigo, teria ele 6 ou 7 anos, pede-me papel e uma caneta, senta-se à mesa da cozinha e faz um desenho, que me entrega timidamente à saída, dizendo-me, ”obrigado!”. Foi a forma por ele encontrada para expressar o seu agradecimento. Comovi-me!

 

- Maria João e João Neves, vão com Deus, mas voltem para os muitos amigos que cá ficam!

 

- Rodrigo e Bernardo, quando puderem vir sozinhos, venham visitar os amigos e os tios que cá deixam!

 

- Ricardo de Deus Trio, brindem João Neves e Família com um “Sol Maior”, por favor!

 

 

Praia, 10 de Julho de 2012
Manuel Brito-Semedo

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Esquecer!? Ninguém esquece…
Suspende fragmentos na câmara escura, que se revelam à luz da lembrança...

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Jornalista e Poeta Eugénio Tavares

Comunidade

  • Reyan

    Só música de qualidade! Instrumentos de corda real...

  • Anónimo

    Oi sou cabo-verdiano, estou aqui de passagem, esto...

  • Regiane

    Exelentes musicas . Me faz recordar o tempo do meu...

Powered by