Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Blada

Brito-Semedo, 23 Dez 12

 

Joaquim da Graça,”Blada”, nasceu a 2 de Fevereiro de 1923, em S.Vicente.

 

Desde cedo dedicou-se ao futebol e ao clube do seu coração, o Clube Sportivo Mindelense.

 

Iniciou a sua carreira desportiva aos 14 anos como infantil do Mindelense tendo passado depois aà categoria de sénior. Já no fim da sua carreira, envergou a camisola da Shell de S. Vicente.

 

Aos 34 anos de idade pôs termino à sua carreira desportiva.

 

Participou em vários torneios na Costa Ocidental africana em representação das selecções de S. Vicente e de Cabo Verde.

 

Faleceu em S. Vicente a 24 de Maio de 1991.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

5 comentários

De Luiz Silva a 23.12.2012 às 12:27

Sem duvida, ao lado de Eduardo Fula, Lela de Raul ou Nicolau de Pinga, foi um dos desportistas mais completos de Cabo Verde. Para além do futebol, praticou o golf e o  criket. Por razões profissionais passou a jogar na equipa da Shell, onde trabalhava, mas para terminar a sua carreira futebolistica, voltou ao Mindelense, o seu club de coraçao. Começou muito jovem como extremo direito do Mindelense  e terminou a sua carreira como defeza central, tendo sido um dos melhores do seu tempo. Foi formador de muitos jovens futebolistas que mais tarde se evidenciaram nos campos de Cabo Verde e Portugal. Como Mindelense foi sem duvida o jogador que fortemente marcou a minha infância e adolescência.

De Joaquim ALMEIDA (Morgadinho ) a 24.12.2012 às 08:23

Lendo os comentàrios do Luiz Silva, Valdemar Pereira e do Zito Azevedo , a respeito deste grande futebolista, que foi o " BLADA ", eu podia deixar de participar nesta conversaçao , visto que eu também admirei bastante este jogador . Mas o que mais me impressionava era o desgaste fisico dos jogadores , principalmente do " Blada " , ora campo defensivo ora ofensivo, que lhe consumia muita energia , sobretudo que os encontros naquela época, eram fixados maior parte das vezes apartir das 15 horas ( o nosso excelente àrbitro naquela altura , Zito Azevedo ), nao me deixa mentir ... permetindo-lhes uma transpiraçao fora do normal !.. Naquela época , jogava-se por amôr à camisola e isso era visivel o que suscitava um entusiasmo bem grande dos espetadores !. O " Blada " nisso , deixou a sua marca !.
Um Criol na Frânça ;
Morgadinho !..

De zito azevedo a 23.12.2012 às 14:51

A memória que tenho de Blada está ligada ao Estádio da Fontinha e, apesar de jogar do lado do "inimigo" - eu sempre fui Micá... - não se lhe pode recusar o reconhecimento de futebolista de eleição, raçudo, entregando-se à luta de corpo e alma com uma energia e uma lealdade que só estão ao alcance dos maiores...Quase que estafava ver Blada jogar e eu agradeço-lhe por ter dado tanto de si ao meu desporto de eleição - o futebol!

De Valdemar Pereira a 23.12.2012 às 15:29

Conheci este futebolista que admirava. Ao que aqui diz o Luiz e o Zito acrescento que o Blaba foi um dos mais correctos praticantes que conheci.

De Adriano Miranda Lima a 24.12.2012 às 20:50

Depois de ler os preciosos comentários que precedem, só me resta subscrevê-los. O Blada foi tudo isso que foi referido. Diria que ele era a imagem do futebolista inglês típico.

Comentar post

Esquecer!? Ninguém esquece…
Suspende fragmentos na câmara escura, que se revelam à luz da lembrança...

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Jornalista e Poeta Eugénio Tavares

Comunidade

Powered by