Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ti Goi

Brito-Semedo, 20 Dez 12

 

Ti Goi.jpeg

 

 

Gregório Gonçalves, ”Ti Goi”, nasceu em S. Vicente a 10 de Abril de 1920, onde viria a falecer a 17 de Junho de 1991, aos 71 anos de idade.

 

Mais conhecido por “Ti Goi”, foi um letrista e compositor que retratou de uma maneira particularmente picante os hábitos e costumes Mindelenses, dos quais se revelou sempre um grande e perspicaz observador.

 

Comediógrafo, escreveu e encenou pequenas peças de teatro, principalmente no Lombo.

 

O seu amor pelas crianças, que também o amavam, e a sua contribuição para o enriquecimento do Carnaval Mindelense são traços que o perfilam como o artista mais estimado nos bairros de Mindelo.

 

É autor de famosas coladeiras e mornas, de entre as quais se pode citar "Rabonhe", "Picapada", "Matá Morto" e "Vaquinha Mansa".

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

4 comentários

De zito azevedo a 21.12.2012 às 15:44

Se bem me lembro, Goi era "manager" de uma das "jazz-bands" que costumavam actuar os célebres bailes do Rádio-Clube Mindelo, especialmente os de Carnaval, em que chagava a haver duas salas a abarrotar de pares e duas orquestras. Creio que se chamava "jazz-band" aos conjuntos que tinham bateria - bombo, pratos, caixa, e outros apetrechos de percussão ...Era franzino mas cheio de vida e o Rei da Coladeira.Tipo acabado de musico popular de primeira água!

De Joaquim ALMEIDA (Morgadinho ) a 22.12.2012 às 13:21

Ti Goi , figura importante mindelênse , nas organizaçoes de ( saraus do lombo ) autor-letrista , compositor , especializado em coladeiras tipicas à moda de Mindêlo dos anos 50 , para além de algumas jà aqui citadas , quém nao se lembra da coladeira " Mamà na bode ) ?? Ti Goi também participou vàrias vezes nas peças de teatro do Grémio Desportivo Castilho , com um dos responsàveis da realizaçao e ensaios , Valdemar Pereira , em que eu tive um prazer imenso em participar na parte musical . A mùsica cabo-verdiana deve muito a este artista . Os meus agradecimentos , à Esquina do Tempo , em ter lembrado do Ti Goi !..
Um Criol na Frânça ;
Morgadinho !..

De Valdemar Pereira a 21.12.2012 às 16:50

Conheci o Goi e o apreciava como mùsico e também como humorista (poucos conhecem essa sua faceta) e não hesitei em o convidar quando escolhi os mùsicos que deviam formar a orquestra para trabalhar no primeiro teatro do Castilho. Além de eximio no violão foi também baterista mas ganhou galões como letrista e compositor de coladeiras que ficaram célebres.
Convém frisar aqui coisa que pouca gente sabe (ou finge não saber): - Na véspera do  ensaio geral, quando tudo estava programado para a estreia, o Goi falou-me de um miùdo que cantava e dançava com uma coleguinha. Porque éramos todos amadores que subiam pela primeira vez num palco e porque não podia desagradar Ti Goi, pedi que os trouxesse no dia seguinte. Esse miùdo, que devia ter uns 5 ou 6 anos de idade, teve sucesso e continuou; foi o grande cantor Lougino, falecido muito jovem.
Algum tempo depois de ter saido soube que o autor/compositor se dedicou ao teatro com muita aceitação.

De Valdemar Pereira a 21.12.2012 às 16:52

O assunto é tratado também no livro "O Teatro é uma paixão, a vida é uma Emoção".

Comentar post

Esquecer!? Ninguém esquece…
Suspende fragmentos na câmara escura, que se revelam à luz da lembrança...

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Jornalista e Poeta Eugénio Tavares

Comunidade

  • Reyan

    Só música de qualidade! Instrumentos de corda real...

  • Anónimo

    Oi sou cabo-verdiano, estou aqui de passagem, esto...

  • Regiane

    Exelentes musicas . Me faz recordar o tempo do meu...

Powered by