Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cine Praia - Shopping do Palmarejo

Brito-Semedo, 13 Jan 13

 

Cine.jpeg

 

A cidade da Praia passou a contar, desde o passado dia 29 de Dezembro, com uma sala de cinema moderna, há muito aguardada pelos cinéfilos, cansados e afastados da vetustez do Cineteatro da Praia. Com capacidade para 94 lugares e equipada com sistema de filmes 3D Activo (três dimensões), a nova infra-estrutura representa um investimento de cerca de 26 mil contos e é, neste momento, uma das atracções do recém-aberto shopping Calu e Ângela. - "A Nação"

 

Cine.jpeg

 

Horários praticados de 11 a 17 de Janeiro 

 

Sessão Infantil

Seg. a Sexta  16: 30 (Idade do Gelo 4 em 3D) 

Sáb. a Domingo  11:00 - 14:00 - 16:30 (Idade do Gelo 4 em 3D) 

 

Sessão Adulto 

Seg. a Sexta  19:00 - 21:45 (Star Wars ep. 1 em 3D) 

Sáb. a Domingo  19:00 - 21:45 (Star Wars ep. 1 em 3D)

 

Cine.jpeg

Cine.jpeg

Praia Shopping 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

5 comentários

De zito azevedo a 13.01.2013 às 19:01

E quando é que o Mindelo vai ter a sua sala de cinema??? De "shopping", creio que a cidade não precisa...

De António Ganeto a 13.01.2013 às 23:40

Muito se disse e escreveu sobre a venda do Eden Park e a indiferença do Município e Governo relativamente ao aproveitamento das facilidades dadas pela família Marques a essas duas entidades públicas para a sua venda, a fim de não se perder essa universidade popular mindelense. A Praia passou a dispor agora de dois cinemas, e o Mindelo que tinha dois, ficou sem nada. Bem feito!, porque o mindelense aceita tudo sem protesto. Já que a autarquia e o Estado perderam todo o respeito pelos mindelenses, talvez não fosse má coisa que também se decidissem a deitar por terra o edifício do Eden Park, a ver se o pessoal acorda do seu sono preguiçoso e covarde, como fizeram com outros edifícios patrimónios mindelenses em véspera de serem patrimónios nacionais.

De Valdemar Pereira a 13.01.2013 às 20:47


Vejo que a Praia acaba de abrir um segundo cinema. Regozijo-me pelos cinéfilos que beneficiam de mais uma. Antes da independência S.Vicente tinha duas salas com bastante movimento até chegar a onda dos vídeos que foi desastroso para as empresas da Sétima Arte que começaram a decair a olhos vistos. Primeiro fecharam o Ciné Miramar enquanto a Família de Nhô Césa foi sacrificando para que não afundasse o Cinema Éden Park, a "universidade popular" da Ilha, a sala que servia para conferências, teatros, bailes populares, etc.. Mas com grandes despesas de manutenção isso não podia durar eternamente e, para que continuasse a funcionar, a representante da Família Marques ainda entrou em contacto com o Município a quem prometeu vender esse "bijou" por um preço e"especial" mas a Edil, uma vez mais, não foi na conversa. Hoje, enquanto inauguram mais uma sala de espectáculos na capital, o edifício da Praça Nova toma o mesmo caminho que tomou o Fortim d'El Rey e Mindelo continua a não ter um cinema. 

De Luiz Silva a 13.01.2013 às 21:19

A historia cultural de Cabo Verde não  ignora a importância do  cinema na formaçao da sua juventude. Foi o cinema que abriu o mundo aos caboverdianos com exemplos de dignidade e solidariedade. Foi o cinema a grande escola de valores que educaçao e uma maneira quase universal de viver noutras sociedades.  Não esqueço do filme Cochice, onde pela primeira vez, os indios tinham razão na historia. Lembro-me também de filmes anti-racistas no Eden Park que conciencializaram a nossa juventude na necessidade duma luta anti-colonial baseada em valores de nobreza e de dignidade.  Foi o cinema  também a escola das linguas, onde até o meninos da Praia de Bote aprendiam o inglês,  que facilitou a integraçao dos nossos patricios nos paises de emigraçao. Hoje, mesmo aqui em Paris, o cinema como o teatro, as bibliotecas, livrarias, jornais, são sempre subvencionadas dada a importância cultural  na sociedade. Perdemos os cinemas, Tuta e Eden Park porque tanto o Municipio como o Ministério da Cultura nao foram capazes de criar uma politica cultural  onde se integraria o cinema com devidas subvençoes. E os partidos politicos e os intelectuais onde estiveram enquanto a D.Luiza Marques da Silva e os seus colaboradores lutavam para manter de pé o Eden Park? Uma cidade como Mindelo sem um cinema é uma vergonha nacional quando se sabe que em 1975 havia dois cinemas em Mindelo. Culturalmente recuamos assim como no plano economico devido ao centralismo do Estado na Praia. A questão é simples: que faire?  O prédio do cinema Eden Park  esta' ali descancarado frente à Praça a espera que o Municipio e o Governo encontrem uma soluçao para criar naquele espaço um outro cinema e outras actividades culturais. Ha' dezenas de anos que o espaço foi vendido mas é um insulto à cidade e aos seus cidadaos que aquele que foi a atracçao principal da cidade, o ex-libris da nossa cultura por onde passaram grandes filmes, grandes artistas e grandes intelectuais esteja reduzido a um simples mijadouro noturno. Que faire? Que os politicos nos respondem...

De José F Lopes a 13.01.2013 às 22:00

[Error: Irreparable invalid markup ('<p [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

<p class="incorrect" name="incorrect" <a="">Luiz e amigos não podemos admirar a não existência de um cinema em S. Vicente</p> Há muito que  S. Vicente é capital da Incultura

Comentar post

Esquecer!? Ninguém esquece…
Suspende fragmentos na câmara escura, que se revelam à luz da lembrança...

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Jornalista e Poeta Eugénio Tavares

Comunidade

  • joão

    Amigo de Mindelo, sabe "o que é ser inventor"? Enc...

  • Sandro

    Amei esse "BAÚ" só tem preciosidade! 

  • Gilson

    Musicas muito bonitas, acho muito legal musicas ap...

Powered by