Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

José Lopes

Brito-Semedo, 3 Abr 13

 

Jojsé Lopes.jpeg

 

 

Nasceu na vila da Ribeira Brava, S. Nicolau, a 15 de Janeiro de 1872. Entrou para o Seminário-Liceu de S. Nicolau aos 10 anos, em 1882, onde estudou durante 5 anos.

 

Em 1900, depois da sua estada na Boavista, é transferido para a ilha de Santo Antão, onde exerce o professorado até o ano de 1928, ano em que, por distinção, o Coronel Guedes Vaz, Governador na altura, o nomeia Professor do Liceu Infante D. Henrique, onde regeu as disciplinas de Latim, Francês e Literatura Francesa, entre outras.

 

Colaborador de quase todas as publicações existentes em Cabo Verde no seu tempo, quer como poeta quer como jornalista. Reúne parte da sua obra, que é publicada no ano de 1927 com título de Jardim das Hespérides. No ano seguinte publica o seu livro mais importante, Hespérides, onde figuram a poesias em português e inglês. Posteriormente publica várias obras, entre as quais Ombres Immortateles, uma colectânea de sonetos em Francês.

 

Em 1956 é condecorado pelo presidente da França, René Coty, com mais alta condecoração que esse país pode conceder: é feito Cavaleiro da Legião de Honra, além de oficial da academia com a Ordem de Instrução Pública e a Ordem do Infante D. Henrique.

 

Foi durante muitos anos representante diplomático da França, do Brasil e da Espanha.

 

Faleceu nesta ilha a 2 Fevereiro de 1962.

 

José Lopes foi uma das figuras mais marcantes da inteligência cabo-verdiana de todos os tempos.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Esquecer!? Ninguém esquece…
Suspende fragmentos na câmara escura, que se revelam à luz da lembrança...

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Jornalista e Poeta Eugénio Tavares

Comunidade

Powered by