Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Jorge Barbosa

Brito-Semedo, 18 Mai 13

 

Jorge Barbosa.jpeg

 

 

Jorge Vera-Cruz Barbosa nasceu na cidade da Praia, Ilha de Santiago, a 25 de Maio de 1902.

 

Fez os estudos primários em Cabo Verde e os secundários no Liceu Gil Vicente em Lisboa.

 

Foi funcionário alfandegário, poeta, contista e um dos fundadores da revista Claridade, em 1936.

 

Em 1935 publicou Arquipélago, a primeira obra da modernidade cabo-verdiana.

 

Teve colaboração dispersa na imprensa e figurou em algumas antologias em português e noutras línguas europeias. Publicou: Ambiente, Caderno de um Ilhéu, Poesia inédita e dispersa e ainda Jorge Barbosa em Inglês.

 

Faleceu em Cova de Piedade, a 06 de Janeiro de 1971.  

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

1 comentário

De Joaquim ALMEIDA (Morgadinho) a 19.05.2013 às 07:04

Ah !!!.. Senhor Jorge Barbosa ; grande senhor , no tamanho na simplicidade e com uma grande reserva conservada em termos de poesia na sê cabeça !... E o seu legendàrio " cachimbo " ? .. Creio que quando êle falava com as pessoas , mexendo sempre no seu cachimbo , estimulava-lhe ainda mais na sua bela e rica conversaçao !.. 
Nunca me esqueço o primeiro calço d' àgua-ardente que eu bebi , foi oferecido pelo senhor Jorge Barbosa  no Café Royal - rua de Lisboa , aquando o periodo que eu animava musicalmente aquele Café , nos anos cinquênta . Lembro-me até que o meu pai  là nao ficou muito satisfeito com o convite  assim nao consegui  secar o copo Devo dizer que a familia BARBOSA  eram quase todos poetas , porque o senhor Màrio Barbosa , também  , " cà tà f 'cà pâ tràs " !... 
Um Criol na Frânça ; 
Morgadinho ;

Comentar post

Esquecer!? Ninguém esquece…
Suspende fragmentos na câmara escura, que se revelam à luz da lembrança...

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Jornalista e Poeta Eugénio Tavares

Comunidade

Powered by