Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

'4 Notas na cidade'

Brito-Semedo, 10 Jun 13

Obra em pastel seco, autoria de António Brito
 
Em 1997-1998 comecei a notar que as vendedeiras de peixe na cidade do Mindelo que vão pelas ruas, sobretudo nos subúrbios, apregoando alegremente o peixe fresco que propunham, muitas vezes cantavam numa tonalidade que era modificada a favor da tonalidade que os galos cantavam (em pleno dia). Vendedeiras e galos cantavam normalmente em La, na frequência 440 Hz, frequência estandardizada internacionalmente para a afinação dos instrumentos. Comecei até a afinar, de vez em quanto, o meu violão pelas vendedeiras quando se aproximavam dos galos. Parece anedótico mas é verdade e é uma observação científica que pode ser ainda (talvez) comprovada.


Transcrevi o pregão de ‘oli cavala fresk’ (o-li-ca-va-la fre_s-k): sete figuras musicais, 4 notas também na tonalidade de la menor.

 
Tempos depois, nas minhas caminhadas no litoral da ilha, este pregão começou a apanhar forma musical, com harmonia e ideias de orquestração. Iniciei então a compor uma peça para clarinete e orquestra de cordas, que, para além de ter a ‘pincelada’ do pregão, começou a ter a ‘alma da Morna’. Terminei esta peça em 2000, a qual intitulei ‘4 Notas na cidade’.

 

Foi estreada em 2003 em França, dirigida por Henri Claude Fantapié, que depois a tocou várias vezes com diferentes orquestras. Em 2005 foi tocada em Coimbra, pela OCC dirigida pelo maestro Virgílio Caseiro, e em 2006, na Colômbia, de novo dirigida por Henri-Claude Fantapié, com o clarinetista belga Crucifix e a Orquestra Filarmónica del Valle de Cauca, (pois, a pedido de Fantapié, fiz uma orquestração para orquestra clássica e clarinete).

 

 

- Vasco Martins

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Esquecer!? Ninguém esquece…
Suspende fragmentos na câmara escura, que se revelam à luz da lembrança...

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Jornalista e Poeta Eugénio Tavares

Comunidade

  • Ariel

    Muito bom o livro! 

  • Anónimo

    Muito obrigada por nos presentear com estas inform...

  • Léo

    Olá, realmente esse ritmo é contagiante, fico me i...

Powered by