Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

"O Anjo Branco"

Brito-Semedo, 31 Out 10

 

No seu pequeno avião, José cruza diariamente um vasto território para levar ajuda aos recantos mais longínquos de Moçambique. O médico que chega do céu vestido de branco transforma-se numa lenda no mato. Chamam-lhe "o Anjo Branco". Inspirado em factos reais e desfilando uma galeria de personagens digna de uma grande produção, O Anjo Branco afirma-se como o mais pujante romance jamais publicado sobre a Guerra Colonial - e, acima de tudo, sobre os últimos anos da presença portuguesa em África.

 

in Bertand Livreiros

 

Título: O Anjo Branco

Autor: Santos, José Rodrigues dos

Editora: Gradiva

Ano Edição: 2010

 

Mais deste Autor:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

2 comentários

De Ernestina Santos a 01.11.2010 às 12:45

Assisti agora mesmo a uma entrevista num programa televisivo a Rodrigues dos Santos e foi compensador ouvi-lo falar do seu regresso a Moçambique, ao fim de 35 anos, para descobrir mais pormenores da vida do seu pai. Ele regressou de lá com 10 anos e foi a primeira vez que lá voltou, acompanhado da esposa, a qual transmite uma enorme admiração pelo sogro que não conheceu. Falou de um encontro fortuito com uma senhora que pediu um autógrafo no lançamento de um dos seus livros, e que revelou ser a enfermeira que acompanhou o pai aquando da sua última partida para o mato, de que Rodrigeus dos Santos desconehcia por completo os pormenroes.
Esta faceta fortemente humana que se depreende do médico José, pai do autor, desperta uma enorme vontade de ler este romance, que Rodrigues dos Santos pretendeu ser sobre África em geral, sobre a vida de muitos portugueses que por lá viveram. África, onde existiram as duas facetas na presença portuguesa: a boa, que ajudava as populações de diversas maneiras; e a má, que fazia a guerra.

De Brito-Semedo a 01.11.2010 às 13:37

Obrigado pelas informações, considerações e partilha! O Gestor do "Na Esquina" orgulha-se dos leitores que o blogue tem e da participação activa de todos. Continuação de um bom feriado e boa(s) leitura(s)!

Comentar post

Esquecer!? Ninguém esquece…
Suspende fragmentos na câmara escura, que se revelam à luz da lembrança...

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Jornalista e Poeta Eugénio Tavares

Comunidade

Powered by