Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Água nas Barragens de Santiago

Brito-Semedo, 14 Set 13

 

Faveta.jpeg

Barragem de Faveta (São Salvador do Mundo), Santiago

 

A barragem de Faveta, em São Salvador do Mundo, inaugurada há menos de dois meses (20.Julho.2013) já tem água a ocupar metade da sua capacidade. A mesma sorte não tem a de Salineiro (Ribeira Grande de Santiago), inaugurada poucos dias antes (29.Junho.2013), com um metro de água apenas. O mais curioso é o caso da barragem de Saquinho (Santa Catarina) que, ainda em fase de construção, já tem água a chegar aos sete metros de altura. Enquanto isso, a velha Poilão só está à espera de mais 70 centímetros de água para transbordar, o que deve acontecer nas próximas horas, se a chuva continuar a cair com a mesma intensidade em São Lourenço dos Órgãos. Fonte: ASemana, 10.09.2013

 

A barragem de Faveta (São Salvador do Mundo) situa-se em São Salvador do Mundo, mais concretamente na parte a jusante de Picos Freire, Manhanga e Taberna.

 

• Volume: 558.000 m3 útil de água

• Área irrigada: 57 hectares de terras

• Produção bruta anual estimada: 171 mil contos,

• Perspectiva proporcionar: 1.950 empregos em regime permanentes ou temporário.

 

Barragem.jpeg

Barragem do Salineiro (Ribeira Grande), Santiago
 

A barragem do Salineiro (Ribeira Grande de Santiago) localiza-se entre Calabaceira de Cidade Velha e Salineiro, a montante do vale da Ribeira Grande de Santiago.

 

• Volume: 651.000 m3 útil de água

• Área irrigada: 68 hectares

• Produção bruta anual estimada: 204 mil contos,

• Perspectiva proporcionar: 960 empregos em regime permanentes ou temporário.

 

Barragem.jpeg

Barragem do Saquinho (Santa Catarina), Santiago

 

A barragem de Saquinho (Santa Catarina) fica entre a Achada Falcão e Achada Lém, acima da Ribeira de Tabugal de Santa Catarina.

 

• Volume: 563.000 m3 útil de água

• Área irrigada: 63 hectares de terras

• Produção bruta anual estimada: 189 mil contos,

• Perspectiva proporcionar: 870 empregos em regime permanentes ou temporário.

 

Barragem.jpeg

Barragem do Poilão (Órgãos), Santiago
 

A barragem de Poilão, primeira grande obra hidráulica de Cabo Verde na Bacia Hidrográfica da Ribeira Seca, beneficia os Concelhos de Santa Cruz e São Lourenço dos Órgãos (ilha de Santiago), permitindo o armazenamento de um milhão e 200 mil metros cúbicos para a irrigação de 65 hectares de terrenos e proporcionar empregos a centenas de famílias.

   

Autoria e outros dados (tags, etc)

1 comentário

De fernandosimoesalberto a 29.10.2013 às 22:37

Estou muito contente por Cabo Verde começar a dispor de água armazenada e conseguir também evitar as cheias devastadoras de outrora.
Como Amigo do Povo Cabo-verdiano e antigo cooperante, saúdo todos os meus amigos.
assina: Jorge H. Moniz Ribeiro

Comentar post

Esquecer!? Ninguém esquece…
Suspende fragmentos na câmara escura, que se revelam à luz da lembrança...

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Jornalista e Poeta Eugénio Tavares

Comunidade

  • Ariel

    Muito bom o livro! 

  • Anónimo

    Muito obrigada por nos presentear com estas inform...

  • Léo

    Olá, realmente esse ritmo é contagiante, fico me i...

Powered by