Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Vertigem das Listas de Umberto Eco

Brito-Semedo, 22 Fev 11

 

Umberto Eco reflete sobre como a ideia dos catálogos, listas, enumerações e inventários mudou ao longo dos séculos e como, de um período para outro, essa mudança foi expressa por meio da literatura e das artes visuais. Esse ensaio é acompanhado de uma antologia literária e de uma extensa seleção de obras de arte, que ilustram como a sociedade se define por suas listas e limitações.

 

Para Umberto Eco, o humano tem uma obsessão pela classificação. Esse é o tema da análise do intelectual no livro "A vertigem das listas", onde ele reflete sobre como a ideia dos catálogos, listas, enumerações e inventários mudou ao longo dos séculos e como essa mudança foi expressa por meio da literatura e das artes visuais. Na obra, o pensador responde questões a exemplo de como criar uma classificação rigorosa? há apenas um critério para classificar? e, se mais de um, qual escolher? Este ensaio é acompanhado de uma antologia literária e uma vasta seleção de trabalhos arte, ilustrando e analisando os textos apresentados. Eco nos lembra, ainda, que o sonho de toda ciência e toda a filosofia, desde as origens gregas, foi conhecer e definir a essência das coisas. Lista-las. E é esse universo que descortina no novo livro.

 

Título: A vertigem das listas

Autor: Umberto Eco

Editora: Record

Edição: 2010

Categoria: Não-ficção

Tradutor: Eliana Aguiar

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Esquecer!? Ninguém esquece…
Suspende fragmentos na câmara escura, que se revelam à luz da lembrança...

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Jornalista e Poeta Eugénio Tavares

Comunidade

  • Reyan

    Só música de qualidade! Instrumentos de corda real...

  • Anónimo

    Oi sou cabo-verdiano, estou aqui de passagem, esto...

  • Regiane

    Exelentes musicas . Me faz recordar o tempo do meu...

Powered by