Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

 

Cmida d'Onje.jpg

Fotografia de Autor desconhecido, 1937

 

 

C'mida D'Ónje, de tradução à letra, Comida de Anjos ou para Anjos, mas que, na verdade, era um Bodo às crianças pobres.


Como se processava? Fácil!


Uma pessoa ou família mais abastada, quase sempre por uma época festiva, organizava um grupo de crianças carenciadas de uma determinada zona, normalmente dos arredores do núcleo citadino e, nesse dia, desde que os pequeninos viessem acompanhados de um recipiente onde levar a sua parte, teriam direito a uma refeição, normalmente mais rica, não só em quantidade, como em qualidade.


Uma Catchupa com uma cabeça de "Albacora" e uns bons nacos de toucinho velho salgado, uma Catchupa de Cevada ou, em época, de Boas as'Aga, um Midje in Gron!


Esse Mindelo que hoje é preciso resgatar, não nesta vertente caritativa, mas numa óptica de mais cuidado social e de menos desprezo pelas inúmeras crianças que vagueiam pelas ruas, que dormem ao relento, por vezes sem ter ingerido uma côdea de pão que seja.


O meu saudoso amigo Zé Spencer dizia que dormir era a melhor forma de enganar a fome!

 

- Djô

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

 

ZéPatta.jpeg

 

- José Pereira, 51 anos, natural do Mindelo. Fotógrafo da Natureza e amante da Poesia dá a conhecer aqui na Esquina do Tempo um seu projecto de livro onde junta essas duas paixões.

 

 

 

 

 

EscritorPoeta.jpg

Poeta Escritor

 

Não poderá haver qualquer engano naquilo que escrevo, 

escrevo sobre mim mesmo,
apesar de nisto tudo estar patente o meu paradoxo existencial
na verdade… não sei escrever
há um outro ser em mim…um outro eu
esse, desde miúdo achou-se escritor poeta
escreve sobre mim coisas que muitas vezes nem sequer entendo
diz que sou uma pessoa triste e escreve sobre essa amargurada tristeza
confunde-me em rimas e sentidas abstracções,
como se a minha vida fosse um jogo de palavras
mas no fim… reserva-me sempre um final feliz
deixa-me uma palavra de esperança.
E apesar de toda a presunção do que sobre mim escreve julgando-me conhecer
Gosto deste poeta que habita em mim.

 

- Zé Pereira

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Esquecer!? Ninguém esquece…
Suspende fragmentos na câmara escura, que se revelam à luz da lembrança...

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Jornalista e Poeta Eugénio Tavares

Comunidade

  • Wilson Candeias

    Caro Professor Brito SemedoCabo Verde precisa de p...

  • Reyan

    Só música de qualidade! Instrumentos de corda real...

  • Anónimo

    Oi sou cabo-verdiano, estou aqui de passagem, esto...

subscrever feeds

Powered by