Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

"Djosa. Terra, Pão & Mar"

Brito-Semedo, 24 Dez 16

 

Djosa.jpg

  

 

À Tanha d'Djosa Pintor/Arquitecto da Covoada

 

 

“Resolvi voltar ao drama [Cabo Verde] cujo cenário tentamos mudar cada dia”

– Djosa, “Desde Covoada”, in Djosa. Terra, Pão & Mar

 

 

Djosa. Terra, Pão & Mar é um livro-álbum do artista plástico Djosa Gomes, de seu nome próprio José Freitas Gomes (Covoada, São Nicolau, 30.Abril.1944 – 18.Dezembro.2016), um projecto “sinfónico” em sete tons de Djosa, sete notas musicais ou sete episódios onde se organiza a sua linguagem pictórica: Afectos, Artes, Mar, Terra, Diáspora e Poeta.

 

VIOLINO SN.jpg

Mantendo a metáfora das notas musicais, o texto “Desde Covoada”, funciona como uma clave, servindo-se para nomear a escala das notas musicais/pictóricas do seu autor – o seu percurso de vida – que está sendo usada para facilitar a compreensão da sua “sinfonia”.

 

Cada tom é ilustrado por um texto, verdadeiras prosas poéticas, de escritores amigos de fina pena, Germano Almeida, Abraão Vicente, Jorge Carlos Fonseca, Fátima Bettencourt, Filinto Elísio e Leão Lopes, que fazem jus à obra do Djosa.

 

Este livro-álbum, precedido da abertura de uma exposição dessas pinturas, será apresentado hoje na Praia.

 

Viva Djosa, o patchê da Covoada cuja paixão era a arquitectura, a pintura e o desenho!

 

– Manuel Brito-Semedo

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Adalberto "Betú" Silva, Compositor

Brito-Semedo, 2 Nov 16

 

Betú.jpg

 

 

Natural da ilha do Maio onde nasceu em 1961, Adalberto "Betú" Silva é um nome incontornável na música cabo-verdiana e um dos seus grandes compositores. Começou a compor na década de 70 e as suas composições encontram-se hoje gravadas pelas vozes mais emblemáticas da música cabo-verdiana como Cesária Évora, Ildo Lobo, Nancy Vieira, Dudu Araújo ou Mirri Lobo.

 

O Esquina do Tempo dá a conhecer a lista dessas composições, feita pelo próprio autor, com indicação das datas das gravações e seus intérpretes.

 

GANA DI VOÂ

Maio – década 70

 

MANÚ

Maio/Praia – década 70 – gravada pel’ “ Os Tubarões” em 1980 e Nancy Vieira em 1998

 

LUCY

Praia – década 70 – gravada por Ildo Lobo em 2001

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Esquecer!? Ninguém esquece…
Suspende fragmentos na câmara escura, que se revelam à luz da lembrança...

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Jornalista e Poeta Eugénio Tavares

Comunidade

  • joão

    Amigo de Mindelo, sabe "o que é ser inventor"? Enc...

  • Sandro

    Amei esse "BAÚ" só tem preciosidade! 

  • Gilson

    Musicas muito bonitas, acho muito legal musicas ap...

subscrever feeds

Powered by