Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Algumas Verdades Incómodas

Brito-Semedo, 23 Dez 16

  

Meio rural.jpg

 

As verdades incómodas a certos políticos, a mamadores do úbere governamental e a poucos inocentes são o que geralmente se apelida de politicamente incorrecto. Como fazer política é, acima de tudo, mudar a realidade, vou apresentar algumas dessas verdades a políticos consequentes e a inocentes que o queiram fazer.

 

A expressão cabo-verdianidade pode cheirar a racismo e nacionalismo chauvinista, ou levar a isso, como aconteceu na Costa do Marfim após o falecimento do H. Boigny com o seu sucessor. Talvez seja mais recomendável a expressão Cabo Verde cultural, no sentido lato de cultura, que implica educação, sociologia, política, economia e relação com o outro.

 

Reduzir Cabo Verde ao crioulo significa confiná-lo ao mutismo, mormente agora quando o português já é língua internacional utilizada na ONU.

 

O direito à diferença não se encontra consignado em nenhuma constituição, provavelmente porque o outro, isto é, a alteridade, permanece uma abstracção na maioria do espírito de constituições. Esta falha é tanto mais grave quando se observa também na religião, como acontece no Islão.

 

O monismo de opinião na sociedade não se limita a ser unicamente uma simples servidão política, mas igualmente servidão cultural, económica e social. Subjuga o homem e prolonga a dependência.

  Pintura.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

 

Palacio-do-Governo.jpg

 

O esclarecimento do executivo surge duas semanas após a ministra da Educação, Maritza Rosabal, ter anunciado que a partir do próximo ano lectivo o ensino do português como língua segunda com o objectivo de fortalecer a língua portuguesa no país.

 

Comunicado 1.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

Esquecer!? Ninguém esquece…
Suspende fragmentos na câmara escura, que se revelam à luz da lembrança...

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Jornalista e Poeta Eugénio Tavares

Comunidade

Powered by