Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

 

Programa Governo PAI.jpg

 

 

O que foi prometido e o que foi feito na área da Cultura. Um balanço que se impõe.

 

 

Transformar a nossa Cultura num recurso estratégico

 

  

Para transformar a Cultura Cabo‐verdiana em recurso estratégico, o Governo irá formular e implementar uma política cultural virada para o desenvolvimento dando uma atenção especial:

 

• À revisão do quadro institucional de maneira a permitir uma maior parceria entre o Estado, os Produtores de cultura e o sector privado, bem como a gestão partilhada do sector da cultura e a capacitação institucional para promover, defender e divulgar os produtos culturais e a propriedade intelectual. Neste particular, o Governo irá dinamizar a criação de uma Sociedade para o Desenvolvimento da Cultura no quadro de uma Parceria Público Privado de promoção da cultura;

 

• À aprovação do quadro legal do desenvolvimento cultural, das indústrias culturais e criativas nas áreas que suportam a criação artística, artesanal e a recreação histórica, como: música, audiovisual, organização de espectáculos/ festas pagãs e religiosas, arte, teatro, gastronomia, moda, literatura, cinema, e ao reforço da segurança jurídica dos criadores e produtores de cultura nomeadamente na luta contra a pirataria cultural e a cobrança dos Direitos de autor;

 

• À profissionalização dos agentes culturais e dos organizadores de espectáculos bem como a formulação de um quadro legal que permita a protecção dos direitos dos criadores e uma melhor articulação entre os produtores de cultura e o público;

 

• À adopção de incentivos aos criadores e aos difusores de cultura através da criação de um Fundo de incentivos à cultura, de medidas de incentivos fiscais, de apoio através de ADEI ao empreendedorismo cultural, da concessão de subvenções aos gestores das pequenas salas de animação cultural, e de um sistema de incentivos para exportação de produtos culturais;

 

• Promover o desenvolvimento de infra‐estruturas culturais;

 

• Construir centros de conferências e culturais multiusos na Praia e Mindelo;

 

• À continuação de uma atenção especial à língua Cabo-verdiana, com recurso cada vez maior aos conhecimentos técnicos, ao aprofundamento e socialização aberta e generalizada desses conhecimentos, utilizando todos os meios técnicos e tecnológicos disponíveis interna e internacionalmente.

 

• Promover o desenvolvimento do sector artesanal ligado ao turismo.

 

Programa do Governo VIII Legislatura 2011-2016, p. 32

  

Autoria e outros dados (tags, etc)

2 comentários

De João Sá a 07.06.2011 às 13:23

Boa tarde meu caro amigo, se me permite já a familiaridade.
Este post está em destaque "Na Rede" na homepage do SAPO Cabo Verde (http://sapo.cv), assim haja meios e dinâmica para concretizar este ambicioso objectivo mas é bom, mais que não seja, ver ser dada à Cultura a sua real, devida e merecida importância e reconhecimento.

De Brito-Semedo a 07.06.2011 às 14:59

Obrigado! Um abraço!

Comentar post

Esquecer!? Ninguém esquece…
Suspende fragmentos na câmara escura, que se revelam à luz da lembrança...

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Jornalista e Poeta Eugénio Tavares

Comunidade

Powered by