Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

 

Igreja Tarrafal.jpg 

 

Conforme foi aqui referido no post do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, com este, já são quatro templos que a Igreja Católica derruba, só em Santiago, sob o pretexto de fazer a sua "ampliação":  Assomada, Calheta de São Miguel, São Domingos e Tarrafal. A acrescentar à lista, há ainda a igreja da Cidade do Porto Inglês, no Maio, e o atentado à Igreja Padroeira do Mindelo! É de bradar aos céus!

 

No Jornal da Noite da Televisão de Cabo Verde, que abaixo se reproduz, o Presidente do Instituto do Património Cultural (IPC) posiciona-se contra esse acto de lesa Património Nacional.

 

  

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

2 comentários

De Valdemar Pereira a 23.04.2015 às 15:29

Procedimento de vândalos. Simplesmente.
Qualquer construção ou demolição - em qualquer parte do planeta - tem de ser submetido prèviamante à apreciação de técnicos, nomeadamente os considerados monumentos ou referência. Mesmo as transformações devem ser seguidas devidamente para evitar barbaridades como a que fizeram com a igreja de N.S.da Luz em S.Vicente que não so descaracterizou o edificio como entrou por uma rua adentro.
O acto foi muito comentado na altura e até apareceram defensores com comentàrios fora do contexto.

De José F Lopes a 24.04.2015 às 08:55

Se a própria Igreja começa com demolições de igrejas com décadas ou uma centena de anos como deve ser o caso deste lindo exemplar onde vamos parar. Como é possível esta demolição sem que as autoridades competentes Instituto do Património Cultural (IPC) se pronunciem e o façam a posteriori. Isto quer dizer que ninguém liga a lei em CV estando convencidos que depois do facto consumado não há mais nada a fazer. Triste Cabo Verde em que é que transformaste !!!???

Comentar post

Esquecer!? Ninguém esquece…
Suspende fragmentos na câmara escura, que se revelam à luz da lembrança...

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Jornalista e Poeta Eugénio Tavares

Comunidade

Powered by