Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dia de São Vicente ─ 22 de Janeiro

Brito-Semedo, 21 Jan 16

 

Mindelo.jpg

Rua Morada.jpg

Fotos Hélder Doca, 2015 

 

Mindelo é bonito de corpo e alma. Os mindelenses conhecem bem o seu corpo mas é preciso conhecer melhor a alma desta cidade, tarefa só acessível a quem a ama.

 

'As cidades têm alma, sabes?', dizia-me há anos um amigo mindelense mas não nascido aqui. Há muitos mindelenses que não nasceram nesta cidade. São adoptados e não são considerados 'filhos de fora'. Pelo contrário.

 Teatro.jpg

  

Respondi ao meu amigo que realmente as cidades têm alma mas poucas cidades têm uma alma tão leve, alegre e bem-humorada como Mindelo. Não há acontecimento nesta cidade que no dia seguinte não seja piada. O mindelense começou por sacanear o pessoal de Santo Antão e depois dedicou-se aos 'badios'. Hoje, na senda da globalização, brinca com tudo e todos e já não perde tempo tentando explicar que não há maldade nas brincadeiras da alma mindelense. Quem quiser compreender que venha cá.

 

O mindelense é o Amigo, o Amigo da Onça, o abusado, o pessoal da bancada sul. É o cafajeste, o tipo sério, o amigo do jeitinho, do jogo de cintura, é aquele que chama o recém-conhecido de 'broda' e lhe diz 'dá-me um fala', sem marcar dia nem hora. É o condutor do autocarro que perante alguém distraído põe a cabeça de fora e grita-lhe um sonoro 'fdp' e que, quando vê que se trata de uma grávida, diz, 'Deus perdoá-me, porra'. É a Tchinda y sus muchachas que vão ao cabeleireiro na 'descontra' e organizam salas cheias para a eleição de Miss Gay.

 

Desporto Praia.jpg

  

Mindelo é a cidade que tem lugares onde se vai às 4h00 da manhã e rola de tudo, absolutamente tudo. Onde se pode encontrar gente que desistiu do mundo robot, da família, dos valores e está se cagando para as convenções. Onde há de certeza algum machão curando uma dor-de-corno com cocaína, mesmo que essas dores-de-corno só causem alguma dramaticidade de forma passageira aos dias e noites dos mindelenses. Onde mulheres se beijam sem vergonha. Onde muitas coisas regam festas de casais cometendo pecados.

 

Mindelo é a cidade da mulher bonita, quem discordar levante o dedo que eu chamo o poeta que escreveu que 'mulher mindelense é a eternidade do efémero'. Na sua incalculável imperfeição a mulher mindelense é a mais bela e perfeita de todas as mulheres.Teria razão esse meu amigo, já falecido, que dizia que em Mindelo essa coisa chamada fidelidade só atrasa, atrapalha, limita e desperdiça???

 

Mindelo é uma cidade há muito abandonada por quem manda mas que, mesmo assim , desespera os políticos porque não se rende, não se curva, não descobre a cabeça. E quando está mais frágil, escolhe experimentar sentimentos de profundo prazer. Queremos ser felizes e não desistimos dessa idéia. Vamos apanhando porrada da direita e da esquerda mas não sofremos de incompetência e desconhecemos o significado da palavra 'complexado’.

 

Mandinga.jpg

 

No meio disso tudo, Mindelo consegue adoptar todos e ser um verdadeiro caldeirão de raças, culturas e línguas. Um francês passa despercebido numa publicidade em crioulo, uma albanesa desfila no Samba, um alemão gere a marina, um cubano nos atende no hospital, uma sueca serve-nos num restaurante, João Branco, tão mindelense como qualquer mindelense, amando esta cidade, trabalha como um louco para abrir a ALAIM, obra de inestimável valor para esta cidade de nós todos.

 

Isto é Mindelo, terra de paz, de morabeza, de grandes empresas, de responsabilidade social, de trabalho, sim, de trabalho.

 

Poucas coisas conseguem abalar as estruturas baseadas na leveza do ser. O resto tem a ver com a dor de cotovelo, com a mais crioula e rasteira inveja.

 

- Rocca Vera Cruz

 Fotos Hélder Doca

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

8 comentários

De Adriano Lima a 21.01.2016 às 18:40

De facto, Mindelo é um pouco disso tudo, é esse mosaico humano e artístico.

De José F Lopes a 22.01.2016 às 08:15

Hoje é um grande dia para S. Vicente. sempre foi. Ainda me lembro da grande festa religiosa que é e era com a magnífica procissão ao qual inúmeras vezes me integrei tanto como anjinho como integrante da massa dos fieis

De Luis Graça a 22.01.2016 às 13:12

Meu caro! 
Permita-me concordar e parabeniza-lo por essas linhas a proposito de Mindelo e de suas gentes!
Abraço

De Anónimo a 22.01.2016 às 14:45

Mindelo muito imitado mas nunca igualado
Feliz Dia de S. Vicente

De Valdemar Pereira a 22.01.2016 às 14:48

Anonimo coisa nenhuma!
Mindelo muito imitado mas nunca igualado
Feliz Dia de Senhor S. Vicente

De Anónimo a 22.01.2016 às 16:55

Parabéns pelo texto. Parabéns Mindelo!

De Vesstra a 23.01.2016 às 11:55

What a pleasure to read !
from My city por Nha Irmon de Porta . Um Sentir e Pulsar que um Visao Novo e Fresh de um escrita Vibrant moda nha Cidade Mindelo!
de New York w Morabeza 

De Rosa Pinheiro a 25.01.2016 às 16:24

Esse é o "meu Mindelo" que me vai na alma e me faz o que sou. Feliz Dia para todos os patrícios.

Comentar post

Esquecer!? Ninguém esquece…
Suspende fragmentos na câmara escura, que se revelam à luz da lembrança...

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Jornalista e Poeta Eugénio Tavares

Comunidade

Powered by