Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

'Finaçom', Batuque de Santiago

Brito-Semedo, 15 Mar 15

 

Sobrado.jpg

Cidade de São Filipe, Fogo. Foto Fausto do Rosário, Março 2015

 

 

FINAÇOM

 

Branco ta morâ na sobrado,

Mulato ta morâ na loja,

Nêgo ta mora na funco,

Sancho ta mora na rotcha.

 

Ta bem um dia,

Nhô Trasco Lambasco,

Rosto frangido,

Rabo comprido,

Ta corrê co nêgo di funco,

Nêgo ta corrê co mulato di loja,

Mulato co branco di sobrado,

Branco ta bá rotcha, el ta tomba…

 

(Batuques da Ilha de S. Tiago)

 

In Claridade, N.º 6, Julho de 1948

 

 

Branco mora no sobrado / mulato mora na loja / negro mora no funco (cabana) /Sancho (o macaco) mora na rocha. / Virá um dia / Nhô Trasco Lambasco (o macaco) rosto franzido / rabo comprido / correrá com o negro /do funco / o negro correrá com o mulato da loja / o mulato correrá com o branco do sobrado / o branco irá para a rocha, irá tombar (precipitar-se da rocha).

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

1 comentário

De Anónimo a 11.11.2015 às 11:35

Cenas destas pintadas em telas on line nos olvidam o conturbado momento social que paira sobre a Terra - nos percorre a alma de tamanho lençol criador que se espairece por este Cabo Verde tão cruel aos seus "fazedores de cultura"! Parabéns aos autores!

Comentar post

Esquecer!? Ninguém esquece…
Suspende fragmentos na câmara escura, que se revelam à luz da lembrança...

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Jornalista e Poeta Eugénio Tavares

Comunidade

  • Wilson Candeias

    Caro Professor Brito SemedoCabo Verde precisa de p...

  • Reyan

    Só música de qualidade! Instrumentos de corda real...

  • Anónimo

    Oi sou cabo-verdiano, estou aqui de passagem, esto...

Powered by