Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

 

César Marques da Silva.jpg

 

César Marques da Silva, fundador do Eden Park, nascido na ilha de S. Nicolau a 4 de Julho de 1909, filho de João Lopes da Silva, neto paterno de Francisco Lopes da Silva, português, náutico.

 

Em homenagem ao Fundador do Eden Park e em protesto por mais este acto de lesa cultura na cidade do Mindelo, a Esquina do Tempo vai fazer luto e (re)editar, durante toda esta semana, um post por dia, em sua memória.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

4 comentários

De Valdemar Pereira a 18.08.2015 às 10:41


Obrigado, meu Amigo:


A homenagem é merecida. Mais ainda devida a traição à memória de César Marques da Silva, o criador, e às gerações que beneficiaram do Eden Cultural e do Park lúdico.
Lembraremos sempre do Cine Teatro que serviu, de uma forma ou de outra, de trampolim a muitos caboverdeanos. Sei do que digo.
Braça pertode, pertode.
V/

De José F Lopes a 18.08.2015 às 10:52

Estamos todos de luto

De Hirondina Gomes a 18.08.2015 às 11:40

Mais do que nunca se encaixa no nosso micro cosmo de indecisos sem o sentido de cidadania o provérbio
gaulês que diz: - "La bétise est la réussite des ratés".
Também se pode citar o imortal Victor Hugo: - "Les bêtes sont au bon Dieu, mais la bêtise est à l'homme".
Até quando vamos assistir, de mãos atadas, sem defesa e sem defensores, aos desvarios e às injustiças.

Hirondina Gomes
(assidua invisivel)

De Eduardo Oliveira a 18.08.2015 às 11:45

A Câmara Municipal e a Curadoria se associaram para dar seguimento à ordem do dia ou ao que decidiu o grupo de "Tude pa tchom", desconsiderando a Histôria, a Cultura e o esforço dos nossos antepassados que ousaram progredir adoptando o bom que iam aprendendo virando as costas à estagnação.
O sketch da entrega do Palàcio, com pompa e circunstância, não passou de grande encenação do longo drama programado que segue depois do Fortim d'El Rey e da casa que o ilustre santantonense Dr. Adriano Duarte Silva doou à nação. O mal foi de estarem onde estavam.
Por isso, é de se estar intranquilo pois, a Câmara Municipal, sem verba de manutenção, vai servir de bode expiatôrio para a liquidação total do dito Palàcio, do velho Liceu, a seguir à Casa do doutor. Assim, poderão fazer uma mega cidade, de edificios azuis, igual à que fez Nicolau Ceaucescu.

Eduardo Oliveira

Comentar post

Esquecer!? Ninguém esquece…
Suspende fragmentos na câmara escura, que se revelam à luz da lembrança...

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Jornalista e Poeta Eugénio Tavares

Comunidade

  • joão

    Amigo de Mindelo, sabe "o que é ser inventor"? Enc...

  • Sandro

    Amei esse "BAÚ" só tem preciosidade! 

  • Gilson

    Musicas muito bonitas, acho muito legal musicas ap...

Powered by