Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

 

Luísa Queirós.jpg

 

Luísa Queirós, artista plástica, fundadora da Cooperativa Resistência e impulsionadora do Centro Nacional de Artesanato morreu hoje no Mindelo.

 

Nascida em Lisboa, Luísa Queirós chegou a Cabo Verde em 1975 poucos meses antes da independência. Juntamente com Manuel Figueira e Bela Duarte deu início a um dos projectos mais significativos para as artes plásticas neste país: a Cooperativa Resistência.

 

O grupo foi também o principal impulsionador do Centro Nacional de Artesanato onde foram responsáveis pela recolha de materiais, técnicas e formação, ajudando à criação de um importante património cultural.

 

Pintora, Luísa Queirós era definida como uma artista cujas obras "figurativas enchem muito o espaço com cores vivas e formas que nos fazem seguir o curso de histórias e emoções".

 

Luísa Queirós é natural de Lisboa e reside em Mindelo, S. Vicente, desde 1975.

 

Pintura Luísa Queirós.jpeg

 

Em 1964 concluiu o Curso de Pintura da Escola de Belas Artes de Lisboa. Foi bolseira da Fundação Calouste Gulbenkian.

 

Em 1964/1977 leccionou Educação Visual em Lisboa e S. Vicente. Em 1976 participa na criação da Cooperativa Resistência onde inicia a sua actividade como tecelã.

 

Em 1978 participou na criação do Centro Nacional de Artesanato onde leccionou tecelagem, tapeçaria e batik. Desde os anos 70 tem-se distinguido como criadora de marionetes, ilustradora de livros, revistas e capas de discos.

 

Em 1992 criou a Galeria " Azul+Azul=Verde" com Bela Duarte.

 

in Expresso das Ilhas

 

Ler +

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

1 comentário

De Maria Antónia Miranda Alfama a 23.06.2017 às 13:10

Morreu uma amiga lá vão 43ans Pessoa de um conversa agradável onde aprendíamos sempre alguma coisa sobre a ARTE (nos os "leigos ") Morreu Luísa Queirós ,mai uma perda na nossa cultura  Pintar foi sua vida  amou a pintura e fez muitos gostarem da pintura ,Era Mestre da sua Arte Fico contigo todos os dias olhando para os teus quadros e que Deus te receba nos seus braços Minhas condolências ao Manuel Tchalé ,filhos e toda a família Descanse. na Paz do Senhor

Comentar post

Esquecer!? Ninguém esquece…
Suspende fragmentos na câmara escura, que se revelam à luz da lembrança...

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Jornalista e Poeta Eugénio Tavares

Comunidade

  • Wilson Candeias

    Caro Professor Brito SemedoCabo Verde precisa de p...

  • Reyan

    Só música de qualidade! Instrumentos de corda real...

  • Anónimo

    Oi sou cabo-verdiano, estou aqui de passagem, esto...

Powered by